16/12/2019 05:32:33

Educação
02/11/2019 06:00:00

Escolas da rede estadual promovem aulões


Escolas da rede estadual promovem aulões

Agência Alagoas

Mais de cinco milhões de candidatos em todo o país – dos quais 89.826 em Alagoas - participam do primeiro dia de prova do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) neste sábado (03), com a aplicação das provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens e suas Tecnologias e Redação.  Às vésperas do exame, os estudantes revisam conteúdos, recebem dicas e fortalecem os preparativos. É o caso da rede estadual de ensino, onde as escolas realizam simulados e aulões preparatórios para seus alunos.

Dentre elas, estão as escolas estaduais Afrânio Lages, Bom Conselho e Salete de Gusmão, todas de Maceió: enquanto a primeira aplicou um simulado, as duas últimas tiveram aulão.

Preparativos - O diretor da Escola Estadual Afrânio Lages, Adelmo Apolinário, está otimista em relação à prova. A expectativa da escola é de que, esse ano, todos os alunos da 3ª série consigam uma vaga na Universidade Federal de Alagoas (Ufal) ou em uma faculdade particular.

“Estamos passando para eles o sentido real da prova do Enem. Como é a estrutura, o horário de funcionamento, além dos conteúdos. Em média, estão participando do simulado 85% dos alunos e o nosso objetivo é fazer com que eles realizem uma boa prova”, afirma Adelmo.

O estudante Talisson Ferreira foi um dos que participou do simulado. Ele sonha cursar Economia na Ufal e está lutando para ficar com a média de 620 a 630, que é a nota de corte do curso escolhido. “Minha expectativa para esse ano é que a prova do Enem seja mais objetiva, não muito contextualizada. Atualmente, já vinha me preparando em alguns programas pela Ufal. Por isso, estou confiante e acredito que vou fazer uma boa prova. Só tenho a agradecer aos meus professores pelo aprendizado adquirido ao longo desse ano”, declara.

Reta final – Já na Escola Estadual Nossa Senhora do Bom Conselho, o dia foi de aulão para as turmas de 3ª série do ensino médio. Ao todo, 70 estudantes se fizeram presentes para revisar os conteúdos em um aulão dinâmico que visa descontrair e relaxar os estudantes para a prova.

A diretora-geral Damiana Melo comemora o engajamento dos alunos no exame, fruto de um processo de mobilização e conscientização que começou antes da etapa de inscrições. 

“No ano passado tivemos poucos alunos participando da prova, mas, esse ano, superamos as expectativas. Fomos de sala em sala. Toda a equipe de coordenadores, apoio, articulação e direção acompanhou as inscrições dos alunos das 3ª séries. Tenho muita fé e esperança de que eles se sairão bem. A escola sempre está incentivando para que eles tenham um futuro qualificado”, informa a gestora

João Domingos, estudante da 3ª série B da Escola Nossa Senhora do Bom Conselho, almeja cursar Fisioterapia ou Gastronomia e espera alcançar uma boa nota. “Estou muito ansioso e desejo passar na primeira chamada. Aprendi diversos conteúdos voltados ao Enem e alcancei novos conhecimentos”, complementa.

Outras escolas que estão com atividades programadas para a semana são: Dom Constantino Luers e Dorgival Gonçalves, em Campo Alegre, que participam de um aulão oferecido pela Prefeitura de Campo Alegre, e a Escola Estadual Edmilson Pontes, em Maceió. Ambas as iniciativas acontecem na sexta-feira (1º) em Campo Alegre, nos dois horários, e na Edmilson Pontes, começando às 13h20.

Números – Segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em Alagoas, 89.826 candidatos farão as provas do Enem. Três municípios concentram 58% das inscrições: Maceió, com 35.580 inscritos; Arapiraca, com 12.850 candidatos e Palmeira dos Índios com 3.685 inscritos.

Dentre os candidatos, a maioria é do sexo feminino – 54.062 mulheres, enquanto 35.764 são do sexo masculino. O estado contará com a aplicação do Enem para 248 pessoas privadas de liberdade.

Primeira Edição



Enquete
Você concorda com a redução de horário das delegacias de Alagoas
Total de votos: 57
Google News