19/11/2019 09:19:41

Polícia
05/10/2019 08:45:00

Homem é preso acusado de estuprar o próprio filho de apenas seis anos em São Brás


Homem é preso acusado de estuprar o próprio filho de apenas seis anos em São Brás

Um elemento de 29 anos foi preso no final da tarde desta quinta, 03, por policiais civis de Porto Real do Colégio, coordenados pelo delegado Rômulo Andrade, acusado de abusar sexualmente de seu próprio filho, uma criança de apenas 06 anos, crime registrado no povoado Sucupira, na zona rural de São Brás.

De acordo com as informações policiais, a operação que resultou na prisão do elemento foi desencadeada logo após uma equipe da delegacia de Porto Real do Colégio ter recebido uma denúncia anônima, via 181, dando conta de que tinha um homem aterrorizando a própria família com quem residia no povoado supracitado.

Ao se dirigir ao local, os agentes comprovaram o fato e descobriram que além de ameaçar e agredir os próprios pais, sendo um elemento extremamente violento quando embriagado, o homem também já abusou do próprio filho, que desde então passou a reclamar de fortes dores no ânus.

Além disso, o elemento também é acusado de tentar estuprar seus quatro irmãos adolescentes, chegando a acariciar as partes íntimas de alguns e a se masturbar na frente de outros. Os abusos sexuais contra a criança eram testemunhados pelas outras vítimas, que, amedrontadas, não podiam fazer nada para conter a ação do criminoso.

O delegado Rômulo Andrade conversou com nossa redação e falou sobre o caso que deixou os moradores da pequena comunidade revoltados.

“Mediante os indícios de autoria representamos perante a Justiça de Porto Real do Colégio, com pedido de prisão temporária, em face do suspeito que foi localizado no curso dos trabalhos na cidade de Olho D’Água Grande. Ao ser preso, o mesmo não quis falar nada a respeito das acusações. Ele foi encaminhado à delegacia de Igreja Nova, local onde permanece à disposição da Justiça alagoana”, explicou o delegado.

O titular da delegacia de Porto Real do Colégio disse ainda que há cerca de dois anos, o elemento teve uma briga com sua então companheira, mãe da vítima, na cidade de União dos Palmares. Depois de agredir fisicamente a mulher, ele raptou a criança e fugiu para a casa de seus familiares na zona rural de São Brás, onde passou a abusar do próprio filho. O garoto vivia em situação de total abandono, sem nem, ao menos, estudar.

“Na delegacia, descobrimos que contra o elemento existem dois processos abertos em União dos Palmares, sendo um por violência doméstica e outro pelo rapto do menor, que deve ser submetido a exame de corpo de delito ainda nesta sexta-feira, 04”, complementou Rômulo Andrade, enfatizando a importância do Disk Denúncia da Polícia Civil (181) e a parceria com o Judiciário, Ministério Público e o Conselho Tutelar para que casos como esse possam ser elucidados.

As investigações continuam.

Aqui Acontece



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2651
Google News