19/11/2019 10:36:36

Especial
03/10/2019 16:30:00

Próteses mamárias são doadas para mulheres vítimas de câncer de mama

Distribuição é feita de forma gratuita na sede da ONG Mama Renascer


Próteses mamárias são doadas para mulheres vítimas de câncer de mama

om o objetivo de aumentar a autoestima de mulheres vítimas de câncer de mama, o Grupo de Mama Renascer, organização não governamental (ONG) de Maceió, realiza doações de próteses mamárias feitas à mão para pacientes mastectomizadas. Para receber a prótese, basta que a paciente compareça a sede do Mama Renascer, que fica localizada na Rua Buarque de Macedo, n° 575 – Poço, em horário comercial de segunda à sexta.

A mastectomia é a retirada parcial ou total da mama. O Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima em 560 novos casos de câncer de mama este ano em Alagoas, destes uma grande parte das mulheres terão que passar pelo procedimento de mastectomia e terão a sua autoestima abalada, como Mércia Sousa que precisou retirar a mama direita e encontrou na prótese uma forma de recuperar a sua autoestima.

“Antes da prótese eu improvisada com pedaços de pano, o que me causava vergonha e constrangimento quando saía do lugar. Eu cheguei até pensar em pedir a retirada da outra mama, de tanto que isso me abalava” contou Mércia.

Um dia quando passava pela porta do Grupo de Mama Renascer ela resolveu entrar e conhecer o trabalho desenvolvido, assim tomou conhecimento da prótese, e desde então teve sua vida mudada. Agora sorrisos não lhe faltam mais e ela usa da sua experiência para incentivar outras mulheres a enfrentarem esse problema com positividade. “Tenham pensamento positivo que tudo vai dar certo no final. Eu enfrentei muitas atribulações, mas encontrei no Mama Renascer o que eu precisava para me sentir melhor e mais feliz.”

Como se não bastasse passar por todos os desafios que a doença impõe, as pacientes não conseguem realizar a reconstrução mamária imediatamente e encontram um grande problema: a falta de sutiãs especializados no mercado. Pensando nisso, Walderez Nóbrega de Oliveira, teve a grande de ideia de confeccionar manualmente próteses para ajudar as mulheres alagoanas vítimas do câncer de mama.

“Sempre gostei de realizar trabalhos manuais e me engajar em projetos sociais. Foi a partir de uma matéria sobre o Outubro Rosa que tive a ideia de confeccionar próteses mamárias e assim ajudar as mulheres que precisaram retirar a mama e que não possuem condições financeiras para realizar a reconstrução mamária, que nem sempre se consegue pelo Sus.” contou Walderez.

Foi a partir deste momento que ela começou a mobilizar amigos a sua volta e conseguiu diversas doações de materiais, que foram aplicados na confecção de próteses por meio de oficinas com mulheres da região rural de Arapiraca. Ela recebeu ainda a ajuda de suas irmãs, Valéria e Walkíria, que abraçaram a causa e seguem distribuindo amor na confecção de cada prótese.

Para a presidente do Grupo de Mama Renascer, Naydja Reis, esse é um trabalho essencial para retomada da autoestima de mulheres mastectomizadas, além de contribuir para o bem-estar de cada uma, já que as próteses são pensadas para gerar conforto e qualidade de vida.

“Infelizmente a procura por esse tipo de prótese ainda é baixo na cidade de Maceió, provavelmente pela falta de conhecimento e divulgação desse serviço tão importante. Então aproveito esse espaço para convidar essas mulheres a visitar a nossa ONG e adquirirem gratuitamente a sua prótese, que é confortável e muito bem aceita por diversas pacientes já beneficiadas com este projeto”.

MAMA RENASCER

Trata-se de uma organização não governamental (ONG) de Maceió, filiada à Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), que luta por igualdade nos serviços oncológicos e dá apoio e informações às mulheres que passaram e passam pelo câncer de mama.

A instituição foi criada em 2008 e atualmente conta com o trabalho voluntário de mulheres que superaram a doença, oferecendo suporte físico e psicológico a pacientes que ainda enfrentam o câncer de mama, com palestras e mobilizações sociais, dando total apoio às pacientes – mastectomizadas ou não – buscando resgatar a auto-estima, melhorando a qualidade de vida e lutando pelos direitos de quem sofre com a doença. Além disso, também oferecem arte terapia, aula de dança, ações de entretenimento, etc.

A ONG sobrevive de doações e vendas de um brechó permanente que fica localizado em sua sede, não contando com apoio financeiro do governo e/ou instituições privadas.

Endereço: RUA BUARQUE DE MACEDO, 575 – POÇO. PRÓXIMO A TRANSPAL.

Funcionamento: De segunda à sexta, das 09h às 17h.

Tribuna Hoje



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2652
Google News