19/11/2019 12:24:34

Política
30/09/2019 00:00:00

Senadores usam dinheiro público para ir a SP gravar com Silvio Santos


Senadores usam dinheiro público para ir a SP gravar com Silvio Santos
Senador Adriano Machado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) contaram com uma ajudinha dos cofres públicos para viajar a São Paulo e gravar o quadro "Jogo das Três Pistas", em duas edições de um programa dominical apresentado pelo empresário Silvio Santos, no SBT.

Ambos contaram com voos proporcionados pela estrutura dos cargos que ocupam. O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) se valeu ainda de auxílio para hospedagem na capital paulista.

A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo, segundo o qual Alcolumbre participou da brincadeira com Silvio neste mês, e, para tal, requereu um voo da FAB (Força Aérea Brasileira) para 14 de setembro, saindo de Brasília com destino a São Paulo. Ele gravou sua aparição nessa data. A exibição foi no dia seguinte.

Como presidente do Congresso Nacional, o senador tem direito a usar aeronaves da FAB. Ele informou uma previsão de 14 passageiros e justificou para solicitar o deslocamento questões de "serviço/segurança". A Silvio, que em mais de uma oportunidade se mostrou simpático a Bolsonaro e a políticas do atual governo, o senador falou sobre seu trabalho no Congresso, a agenda de seu mandato ou a situação do Brasil.

O apresentador e dono do SBT afirmou ter convidado o presidente do Senado dias antes, durante o desfile de Sete de Setembro, em Brasília. Na ocasião, Silvio ficou no palanque ao lado do presidente da República.

Outro a aparecer no "Programa Silvio Santos" recentemente, além do próprio Bolsonaro, foram dois filhos do presidente da República: o senador Flávio e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), no quadro de perguntas e respostas foi ao ar em 14 de julho.

Senador pelo Rio, Flávio pagou a viagem até São Paulo e o retorno a Brasília com o próprio dinheiro, mas depois pediu reembolso à Casa, exercendo o direito à chamada cota parlamentar. Ele declarou um gasto de R$ 2.427,45 com voos nos dias anteriores à gravação, marcada para um sábado. Flávio primeiro viajou de Brasília para o Rio, ficou na capital fluminense entre a noite de quinta-feira e a tarde de sexta-feira, quando decolou para São Paulo.

O avião com o senador pousou no aeroporto de Congonhas na sexta à noite. No mesmo dia, tinha início também a reserva feita pelo parlamentar no hotel Blue Tree Premium Faria Lima (zona oeste). Pela hospedagem, que duraria até o dia seguinte, Flávio pagou R$ 334,95.

Após jogar com Silvio Santos, ele voou de São Paulo para Brasília, no sábado, em traslado que saiu por R$ 581,89. O jornal quis saber da assessoria de Flávio se ele teve outros compromissos na capital paulista na ocasião, mas não houve resposta. A agenda do senador não é divulgada, ao contrário do que ocorre com o presidente da Casa.

No caso de Eduardo, não foram encontrados nas prestações de contas gastos relacionados ao período da ida ao SBT. Como ele tem base no estado, os gastos poderiam ser justificados pela necessidade de manter contato com seus eleitores. O parlamentar, que foi indicado pelo pai para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos, possui um gabinete para despachar na cidade, mantido com verba do mandato. A participação dos irmãos no game também transcorreu em clima ameno e festivo, com Silvio chamando-os de galãs.

Yahoo Notícias



Enquete
Se a Eleição Municipal fosse hoje qual seria seu candidato preferido?
Total de votos: 2654
Google News