21/10/2019 04:49:55

Atualidade
12/09/2019 15:30:00

Em missão política, Ratinho do SBT quer comprar TV Gazeta de Collor


Em missão política, Ratinho do SBT quer comprar TV Gazeta de Collor

Depois de entrar na justiça com pedido de recuperação judicial das empresas da Organização Arnon de Mello (Gazetas), o senador Fernando Collor de Mello (PROS), proprietário do grupo de comunicação, está em negociações com o apresentador Ratinho, do SBT, para vender a concessão da TV Gazeta, a Rede Globo em Alagoas.

Falidas, as empresas de Collor estão sob intervenção judicial, devido a débitos que somam quase R$ 300 milhões, os quais vão de salários atrasados, dividas trabalhistas, até obrigações sociais e impostos caloteados.

Apesar de tudo isso, Collor ainda usa politicamente, todos os dias, os seus veículos de comunicação para atacar a administração do governador Renan Filho (MDB), hoje, desafeto político do senador e seu grupo.

Concessão da Gazeta

A situação do grupo Arnon de Mello está mais para um samba do crioulo doido. Além dos desmandos administrativos, vive também a realidade da  Justiça Federal que determinou o cancelamento da concessão, permissão ou autorização do serviço de radiodifusão sonora ou de sons e imagens outorgado à TV Gazeta de Alagoas, à Radio Clube de Alagoas e à Rádio Gazeta de Alagoas, em julho deste ano.

Diante disso, mesmo que o empresário de comunicação e apresentador de TV, José Carlos Massa, o Ratinho do Grupo Massa, esteja querendo comprar a TV Gazeta, ou qualquer outra empresa do grupo Arnon de Mello, terá que negociar diretamente com o interventor nomeado pela justiça para administrar a massa falida.

O apresentador Ratinho é dono de um forte grupo de comunicação no Paraná. Ele é pai do atual governador paranaense, Carlos Roberto Massa, o Ratinho Júnior.

O investimento de Ratinho em Alagoas também passa por um interesse político maior, considerando que ele é um dos fortes aliados do atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), que é oposição ao atual governador de Alagoas, Renan Filho (MDB) e ao pai dele, senador Renan Calheiros (MDB).

Com salários aviltados, atrasados e indenizações não pagas, funcionários  ex-funcionários do grupo Arnon de Mello estão a acompanhar, incrédulos, essa briga de brancos.

éassim

 



Enquete
Você é conta ou favorável ao Concurso Público da Prefeitura de União dos Palmares?
Total de votos: 14
Google News