22/10/2019 10:46:30

Polícia
05/09/2019 09:45:00

Três são presos por exploração sexual de menor na internet em Alagoas

Ao todo, 35 pessoas foram detidas na Operação Luz na Infância, que aconteceu no Brasil e no exterior


Três são presos por exploração sexual de menor na internet em Alagoas

rês suspeitos de participação em crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes pela internet foram presos, nesta quarta-feira (4), em Maceió. Batizada de "Operação Luz na Infância", a quinta fase da operação foi realizada simultaneamente em 14 estados do Brasil, no Distrito Federal e no exterior.

A delegada Adriana Gusmão, responsável por coordenar as ações no estado, informou que o cumprimento dos mandados de prisão começou por volta das 6h. Um dos acusado preso é servidor público e foi localizado no conjunto Graciliano Ramos, bairro Cidade Universitária. 

 

O outro suspeito, identificado como Cícero dos Santos, é funcionário de um banco. Os dois últimos foram encontrados também na Cidade Universitária e no Farol. A suspeita da polícia é de que os três estejam envolvidos em crimes de pedofilia.

No momento, ainda de acordo com a delegada, foram apreendidas mídias com pornografia infantil que estavam armazenadas nos computadores do trio. O material era compartilhado na internet e já havia começado a ser divulgado na América e em outros países. "São imagens terríveis envolvendo crianças e adolescentes, com sexo explícito", disse.

O material e os suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes I, no bairro do Farol, para a realização dos procedimentos cabíveis. Ainda não há informação sobre a origem das gravações. Polícia deve continuar com as investigações. 

Prisões 

A quinta fase da operação Operação Luz na Infância acabou com a prisão de 32 pessoas em todo o Brasil, além de dois no Paraguai e um nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (4). Elas são acusadas de envolvimento em crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes pela internet. A ação é comandada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Ao todo, 105 mandados de busca a apreensão foram expedidos contra 105 alvos. Mais precisamente, sete suspeitos foram localizados em São Paulo, seis em Santa Catarina, quatro no Distrito Federal, três em Alagoas, dois no Mato Grosso do Sul, dois no Pará e mais dois no Paraná. Amazonas, Ceará, Mato Grosso, Amapá, Rio de Janeiro, Maranhão registraram uma prisão em flagrante cada um. 

A ação contou com o apoio das polícias civis de 11 unidades da federação, além da Polícia Federal (PF) e das autoridades do Chile, El Salvador, Estados Unidos, Equador, Panamá e do Paraguai. 

* Com informações de agências

Gazetaweb



Enquete
Você é conta ou favorável ao Concurso Público da Prefeitura de União dos Palmares?
Total de votos: 32
Google News