22/09/2019 01:15:28

Geral
20/08/2019 07:00:00

Estes são os 4 arrependimentos financeiros mais comuns


Estes são os 4 arrependimentos financeiros mais comuns

Recentemente eu estava jantando com meu marido e nossos três filhos no nosso clube local. O lugar tinha uma atmosfera tranquila e confortável, e era perfeito para se divertir com as pessoas que eu amo no final de semana após uma sequência de dias exaustivos de trabalho. Enquanto eu observava a minha família e apreciava aquele momento especial, pensei: “Eu deveria ter feito isso anos atrás”.

Eu fui criada em uma pequena comunidade no norte do estado de Nova Iorque. Meus pais eram professores, e ser sócia de um clube privado nunca foi uma possibilidade durante a minha infância. Quando meu marido sugeriu a ideia, eu não fui a favor de gastar o dinheiro – milhares de dólares em taxas anuais de filiação. No entanto, depois de pensar por muitas semanas e ter certeza de que tínhamos condições de pagar por aquele luxo, concordei.

Agora, anos depois, eu claramente devo um enorme pedido de desculpas ao meu marido. Para começar, os momentos cheios de alegria que tivemos, as novas amizades que fizemos e as lembranças que estamos criando já pagaram, com folga, o valor da anuidade. Além disso, eu pude usar o clube para marcar encontros e reuniões com potenciais clientes em um ambiente informal, perto de casa.

Apesar disso, a frase “Eu deveria ter feito isso anos atrás” é a mesma que eu ouço com frequência de muitos novos clientes, após a nossa reunião inicial e o desenvolvimento de uma estratégia de longo prazo para aumentar o seu patrimônio. Isso não é surpreendente. Afinal, quando uma pessoa ou casal traça um plano claro para atingir a independência financeira, o alívio que eles sentem é palpável. Os benefícios desta decisão são tão claros que eles só pensam em como gostariam de ter definido um plano anos atrás.

A seguir, compartilho alguns dos outros arrependimentos financeiros comuns que podem levar alguém a dizer: “Eu deveria ter feito isso anos atrás”. Se um ou mais destes itens faz parte da sua lista, chegou a hora de agir:

Saiba quanto dinheiro você precisa para atingir a independência financeira

A maioria das pessoas economiza, economiza, e economia mais um pouco, mas na verdade elas não sabem se já têm o suficiente guardado. Elas precisam saber quanto é “suficiente”, seja para a sua própria aposentadoria ou para arcar com as despesas da faculdade dos filhos. Quando esta pergunta é respondida, a pessoa (ou casal) tem a liberdade de gastar o restante do seu salário e de não sentir culpa por direcionar dinheiro a coisas “extras”.

Não trabalhe demais

Muitos pais perdem os jogos de futebol, recitais de dança e outros eventos importantes dos filhos com medo de que trabalhar menos possa prejudicar o seu futuro financeiro. Algumas pessoas não acreditam que serão bem-sucedidas ou que receberão uma promoção se trabalharem menos horas.

Eu já vi clientes com planejamentos financeiros sólidos adiarem a aposentadoria por anos por terem medo de acabar com a rotina diária de trabalho. Quando eles finalmente se aposentam, estão esgotados, com problemas de saúde, seus filhos estão vivendo suas próprias vidas, e o arrependimento se instala. Se você tiver um planejamento financeiro, ele pode lhe dar a liberdade para equilibrar a vida pessoal e a profissional e atingir os seus objetivos ao mesmo tempo.

Converse com seus pais sobre dinheiro

Já vi muitos de meus clientes agonizando por meses, e até anos, conforme seus pais cada vez mais velhos ficam doentes ou falecem. Ao conversar com seus pais antes que a sua saúde se deteriore, você conseguirá entender se eles serão capazes de pagar as suas próprias contas, especialmente se cuidados profissionais de longo prazo forem necessários, ou se você precisa ajudá-los.

Mesmo que seus pais não tenham problemas de saúde, entenda a sua situação financeira e tenha certeza de que as suas finanças estão em ordem. Caso contrário, após a morte de um pai ou mãe, o filho pode ficar com uma lista fragmentada de economias, investimentos, seguros e outros bens que vai exigir meses para ser entendida.

Converse com seus filhos adultos sobre dinheiro

Quando seus filhos se casarem e formarem suas próprias famílias, pode ser fácil acreditar que o seu trabalho acabou. No entanto, lembre-se de que eles estão enfrentando os mesmos dilemas financeiros que você enfrentou anos antes. Sim, o dinheiro deles vai pagar pelas fraldas e pelo financiamento da casa, mas é importante ajudá-los a entender a importância de economizar e investir desde cedo. O comentário típico que eu costumo ouvir de pais de geração Baby Boomer é “Faça o que eu deveria ter feito: comece a economizar cedo!”

Yahoo Not[icias



Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 5765
Google News