20/09/2019 11:04:15

Alagoas
15/08/2019 14:30:00

INSS cancela 722 benefícios e suspende 1.411 em Alagoas


INSS cancela 722 benefícios e suspende 1.411 em Alagoas

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Alagoas cancelou definitivamente 722 benefícios e suspendeu outros 1.411 de aposentados LOAS (benefício assistenciais a idosos com mais de 65 anos e pessoas que tenham deficiência, desde que a renda familiar, em ambos os casos, seja menor que 1/4 do salário mínimo), pensionistas e outros, por indícios de irregularidades.

Segundo o Instituto Nacional, apesar dos cancelamentos e suspensões acontecerem nas várias espécies de benefícios, os casos mais comuns de irregularidades são de pagamento pós-óbito, acúmulo indevido de benefícios e a obtenção de benefícios de forma fraudulenta, com a apresentação de documentos falsos ao órgão.

As revisões estão acontecendo desde primeiro semestre em todo o país com base na Medida Provisória (MP) 871, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que virou a lei 13.846/19 prevendo tanto as revisões com ou sem perícia médica.

BRASIL

A intenção do instituto é combater fraudes ao sistema. As suspensões e cancelamentos foram realizados com base em irregularidades apontadas pelos órgãos de controle, como o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria-Geral da União (CGU).

No país, foram cancelados o pagamento de 170 mil benefícios de janeiro a junho deste ano. A economia mensal estimada com a medida é de 177 milhões de reais mensais e, em um ano, 2,1 bilhões de reais.

Vale destacar que os benefícios suspensos ainda cabem defesa por parte dos beneficiários.

PENTE-FINO

O instituto explica que as revisões estão previstas para durar até 2020, podendo ser prorrogado até 2022. O INSS diz ainda que, se houver algum indício de irregularidade, o trabalhador ou aposentado será notificado e terá 30 dias para apresentar sua defesa, com os documentos adicionais ou de suporte solicitados. No caso do trabalhador rural, o agricultor familiar e o segurado especial, esse prazo é de 60 dias.

Todas as pessoas selecionadas pelo pente-fino serão notificadas. O governo diz que o aviso será com antecedência através da rede bancária e, caso necessário, por meio de carta no endereço cadastrado no INSS. No caso do aviso pela rede bancária, o beneficiário deve prestar atenção no extrato.  A perda do benefício de forma definitiva acontece quando não enviada a documentação exigida dentro do prazo de defesa ou quando tem os documentos enviados considerados insuficientes ou improcedentes.

Tribuna Hoje



Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 5496
Google News