22/09/2019 01:14:58

Polícia
06/08/2019 16:40:00

Jovem é linchado em Maragogi e mulher esfaqueada vai a pé ao hospital em Porto Calvo

Jovem linchado por moradores no início da noite é suspeito de ter furtado móveis de uma residência de veraneio


Jovem é linchado em Maragogi e mulher esfaqueada vai a pé ao hospital em Porto Calvo

uas cenas inusitadas aconteceram no domingo (4), em diferentes cidades da região Norte. Enquanto em Maragogi um jovem foi linchado por moradores no início da noite, suspeito de ter furtado móveis de uma residência de veraneio, em Porto Calvo, uma mulher, depois de ser esfaqueada no peito esquerdo na Rua do Curi, centro da cidade, conseguiu ir a pé até a unidade hospitalar onde foi atendida.

Em Maragogi o acusado de cometer vários furtos em residências foi identificado como Ednaldo da Silva Freitas, de 24 anos. De acordo com a Polícia Militar, o jovem suspeito foi detido pela população e em seguida sofreu um linchamento público no povoado de São Bento. A história começou quando o caseiro João Bezerra Filho, de 50 anos, chegou a casa em que trabalha e foi surpreendido com a ausência de um freezer, um colchão e um quadro de parede.

O principal suspeito de cometer o furto já tinha sido identificado e, depois do linchamento, acabou sendo detido por policiais do 6º Batalhão da PM. O caso aconteceu na Rua Semeão de Albuquerque, no povoado São Bento. Depois de preso os policiais encontraram os objetos que tinham sido furtados e foram devolvidos. O caso foi registrado como furto qualificado.

Em Porto Calvo uma mulher ficou ferida após sofrer uma facada no peito esquerdo no fim da tarde do domingo, na Rua do Curi, no centro. Após sofrer o ataque, a vítima conseguiu ir a pé até a unidade hospitalar. Luciane Maria da Silva, de 46 anos, estava na Rua do Curi quando sofreu um brutal ataque de arma branca no peito esquerdo e ficou ferida. Ela disse que o suspeito de cometer o crime foi um homem identificado como “Galego”.

Após o ataque, Luciane Maria da Silva saiu a pé da Rua do Curi e foi andando até a Rua Paulino Silva para denunciar o caso na Delegacia de Polícia Civil. Logo após fazer a denuncia no Distrito Policial, ela subiu a pé a ladeira do Alto da Forca e foi até o Hospital Municipal São Sebastião, onde recebeu os devidos atendimentos médicos e também foi interrogada por policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar (6º BPM). Aos militares, ela informou que o suspeito era um homem conhecido como “Galego”. Buscas foram realizadas, mas o acusado não foi localizado.

Fonte: Tribuna Hoje / Texto: Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte

 
 


Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 5765
Google News