06/12/2019 08:03:31

Justiça
16/07/2019 08:30:00

Acordos entre clientes e operadora de telefonia chegam a 94% em Juizado de Maceió

Interessados devem levar apenas documentos pessoais e as faturas referentes à controvérsia; Oi e Claro participam de parceria com a Justiça


Acordos entre clientes e operadora de telefonia chegam a 94% em Juizado de Maceió

O Tribunal de Justiça de Alagoas renovou convênio com as operadoras de telefonia Oi e Claro, para que as empresas mantenham um representante no 2º Juizado Especial Cível de Maceió. Com a parceria, clientes podem tentar um acordo para solucionar conflitos consumeristas sem sequer iniciar o processo judicial.

Trata-se do Projeto Justiça Direta. Por meio dele, nos últimos 12 meses, a Oi participou de 328 atendimentos, segundo informa a operadora. Destes, 310 terminaram em acordo, um índice de 94% de êxito.

A conciliação é uma das principais bandeiras do atual presidente do Tribunal, Tutmés Airan. “A gente evita o nascimento do processo e resolve o problema num ritmo muito mais célere do que se o conflito se transformasse em processo e tivesse a tramitação regular”, frisa.

Presidente Tutmés Airan assina convênio do projeto Justiça Direta. Foto: Caio Loureiro.

 

O juiz Jamil Amil de Hollanda ressalta que os acordos são bons “para o cliente, que resolve o mais rápido possível, e para empresa, que mantém o cliente e resolve o inconveniente”. Ele orienta que os interessados só precisam comparecer ao Juizado, próximo à Praça Sinimbu, no Centro, portando documentos pessoais e as faturas referentes à controvérsia.

No momento apenas a Oi está participando do Projeto. Com a adesão, a Claro voltará a ter um representante no local a partir da próxima semana. O Tribunal manterá tratativas com a Vivo e a Tim para atraí-las para a iniciativa.

“Para a Oi é uma grande satisfação poder fazer parcerias que atendam de forma rápida o cliente. Nosso foco é satisfazer o nosso cliente. Então pra gente é de grande valia”, afirma Adriana Velhote, gerente nacional de mediação da empresa.

O convênio também tem a participação da Coordenação dos Juizados Especiais de Alagoas, que tem à frente o desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo.

 

Diretoria de Comunicação - Dicom TJAL - IN
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240



Enquete
Você concorda com a redução de horário das delegacias de Alagoas
Total de votos: 20
Google News