19/08/2019 03:24:01

Especial
11/07/2019 08:30:00

Iteral confirma parceria no evento ‘Vamos Subir a Serra’

Projeto encontra-se na terceira edição e contempla uma ampla programação sociocultural e econômica


Iteral confirma parceria no evento ‘Vamos Subir a Serra’

Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral) foi procurado nesta terça-feira (9) pelas coordenadoras do projeto Vamos Subir a Serra: Valdice Gomes e Simone Benchimol. No encontro com o diretor presidente Jaime Silva e o gerente de Política Agrária e Fundiária, Severino Araújo, destacou-se a importância do evento que integra o calendário cultural no mês da consciência negra em Alagoas e reúne ativistas, pesquisadores, população em geral, além de turistas.

O projeto encontra-se na terceira edição e ocorrerá no período de 14 a 17 de novembro de 2019. Durante os quatro dias o público terá acesso gratuito ao Espaço Cultural Zumbi dos Palmares – uma tenda de 1.100m2, climatizada, que é instalada na Praça Multieventos na orla da Pajuçara em Maceió, com várias atividades: feira do empreendedor negro e de comunidades quilombolas, espaço de valorização da beleza negra, seminários, debates, palestras e apresentações afroculturais; e no dia 19 de novembro, terá uma programação especial no Parque Memorial Quilombo dos Palmares em União dos Palmares.

A jornalista e coordenadora geral do projeto, Valdice Gomes, explicou que o apoio do Iteral será essencial para fortalecer a participação das comunidades quilombolas no evento, já que possui uma assessoria técnica voltada para esse público. “Neste ano, além do seminário quilombola, pela primeira vez, queremos integrar à feira gastronômica uma Feira da Agricultura Familiar e Quilombola. O Iteral possui uma ampla experiência na realização dessas feiras e queremos dar visibilidade a produção das comunidades com o artesanato e comidas típicas”, citou.

O diretor presidente Jaime Silva destacou que o Iteral tem todo o interesse em participar do projeto, inclusive, orientou a sua equipe para fazer o planejamento quanto à infraestrutura adequada e o número de feirantes necessários; além de organizar uma exposição na Serra da Barriga.

projeto é uma iniciativa do Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, entidade do movimento negro de Alagoas, vinculada aos Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs), e conta com a gestão de Simone Benchimol da RP Eventos. Possui recursos do governo federal, por meio da Fundação Cultural Palmares (FCP), e a parceria da Prefeitura de Maceió sendo representada pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC).

Tribuna Hoje


Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 518
Google News