05/12/2019 14:03:47

Polícia
06/07/2019 07:40:00

Assaltantes de banco são detidos no Ceará após investigação da Polícia Civil de Alagoas


Assaltantes de banco são detidos no Ceará após investigação da Polícia Civil de Alagoas

delegado Cayo Rodrigues, da Serb (seção especializada de roubo a bancos) da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), da Polícia Civil de Alagoas, divulgou nesta sexta-feira (5), a prisão de seis integrantes de uma organização criminosa interestadual de arrombamento de caixas eletrônicos. Eles foram presos em Fortaleza em operação deflagrada pela PC do Ceará, após investigações da Deic de Alagoas.

O grupo foi o responsável pelo arrombamento de caixa eletrônico dentro da prefeitura de Arapiraca no dia 7 de abril de 2019, oportunidade em que, portando armas de fogo, renderam e amarraram os quatro vigilantes do prédio público para, com o uso de maçarico, violar os terminais de autoatendimento e subtrair o dinheiro armazenado.

Os criminosos, na passagem por Alagoas, usaram de nomes falsos e se hospedaram em área nobre da capital alagoana, numa tentativa de não deixar rastros.

Após minucioso trabalho investigativo da Serb/PCAL, quatro pessoas foram identificadas e tiveram suas prisões decretadas pela 17a Vara Criminal de Alagoas.

Houve intercâmbio de informações com a Delegacia de Roubos e Furtos do Ceará, que passou a monitorar o grupo, que foi flagrado tentando arrombar um caixa eletrônico em supermercado de Fortaleza.

A operação resultou na prisão de seis pessoas no Ceará e uma em Alagoas. José Airton Cabral Lima Neto (responde a ao menos sete processos no Ceará), Wallax de Sena Amador (respondeu a processo por tentativa de homicídio no Pará), André Luiz de Assunção Gomes (oito mandados de prisão em aberto em cinco Estados) e Edson Nunes Souza (foragido do sistema penitenciário do Pará) portavam documentos falsos, mas tiveram a verdadeira identidade revelada. Além deles, foi preso também Jefferson da Costa Oliveira, Gilmara Diniz Pastana e Ane Rose dos Santos Rocha.

Algumas prisões foram realizadas anteriormente, mas foram mantidas em sigilo para não prejudicar as investigações.

Os presos vão responder pelos delitos de organização criminosa e roubo majorado.

Fonte: Ascom PC/AL

Tribuna Hoje

 
 


Enquete
Você concorda com a redução de horário das delegacias de Alagoas
Total de votos: 16
Google News