20/07/2019 15:42:10

Polícia
19/06/2019 07:40:00

Há quase um mês família procura por mulher que desapareceu em Penedo


Há quase um mês família procura por mulher que desapareceu em Penedo
Evalda Muniz está desaparecida

Na próxima sexta-feira, 21 de junho, completa exatamente um mês que Evalda Muniz desapareceu, após procurar cuidados médicos na Unidade de Pronto Atendimento de Penedo. Desde então, nenhuma pista concreta sobre o paradeiro da mulher que reside no barro Santo Antônio, conhecido historicamente como Barro Vermelho, foi encontrada.

De acordo com as informações colhidas por nossa redação junto a filha de Evalda, logo depois que foi publicada a reportagem sobre o desaparecimento da mulher que um motorista de ônibus entrou em contato para dizer que deu uma carona a ela até o Trevo da Toca da Índio.

“Assim que vocês publicaram uma matéria sobre minha mãe, um homem que dirige um ônibus escolar aqui em Penedo entrou em contato com nossa família e disse que deu uma carona a ela. Ele falou também que percebeu que ela estava desorientada e queria ir para a Pindorama, mas como ele estava seguindo para um outro interior, a deixou na Toca do Índio. Essa é a única informação que apareceu”, explicou Jeyze Muniz.

Evalda é portadora de distúrbios mentais, mas apesar disso consegue se relacionar bem com qualquer pessoa, sem nem dar sinais de sua frágil condição de saúde. Há alguns anos ela foi diagnosticada também com a síndrome de Diógenes, que é um problema psicológico caracterizado pela necessidade de acumulação compulsiva.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Evalda pode entrar em contato com a família dela através do número 82 9 9120-2255.

Aqui Acontece



Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 195
Google News