16/06/2019 15:42:27

Internacional
12/06/2019 15:00:00

Pequim continua aumentando reservas de ouro em resposta às tarifas de Trump


Pequim continua aumentando reservas de ouro em resposta às tarifas de Trump
Ilustração

Em maio, a China realizou novas compra de ouro, aumentando suas reservas deste metal precioso por seis meses consecutivos, informou o Banco Popular da China (banco central chinês).

No mês passado, as reservas de ouro da China aumentaram de 61,10 para 61,61 milhões de onças. Deste modo, no final de maio, as reservas atingiram o montante de 79,83 bilhões de dólares em comparação com 78,35 bilhões de dólares no fim de abril.

Esse crescimento de reservas reflete a "determinação na diversificação" de ativos por parte do governo chinês para reduzir sua dependência do dólar estadunidense, informou a agência Bloomberg, citando a analista da Argonaut Securities Ltd, Helen Lau. A especialista espera que a China compre 150 toneladas de ouro até o fim de 2019.

O financista Bart Melek, da TD Securities, é da mesma opinião.

"Trata-se de uma diversificação para abandonar o dólar estadunidense, particularmente levando em conta as tensões comerciais e a potencial guerra fria tecnológica que está em evolução", revelou Melek.

As duas maiores economias no mundo – a China e os EUA – se envolveram em uma disputa comercial desde março de 2018. Em maio de 2019, as tensões se agravaram ainda mais, quando o presidente dos EUA, Donald Trump, decidiu aumentar as tarifas de 10% para 25% sobre cerca de 200 bilhões de dólares (R$ 800 bilhões) em importações chinesas. A China, por sua vez, também aumentou as tarifas chinesas sobre uma série de produtos estadunidenses no valor de 60 bilhões de dólares (R$ 240 bilhões).

https://br.sputniknews.com/



Enquete
Na Eleição de 2020 em quem você votaria para Vereador de União dos Palmares?
Total de votos: 123
Google News