16/07/2019 13:19:48

Alagoas
07/06/2019 18:00:00

Em Alagoas, 15 vítimas denunciam à Polícia Civil vazamento de fotos íntimas

Ao longo dos primeiros meses de 2019, cerca de 400 casos de crimes virtuais já foram registrados


Em Alagoas, 15 vítimas denunciam à Polícia Civil vazamento de fotos íntimas
Delegado Thiago Prado

Quando o Brasil volta a atenção para os chamados crimes virtuais, as autoridades policiais registram aumento do número de relatos de vítimas. Este ano, em Alagoas, cerca de 400 casos foram denunciados e estão sendo investigados. Em quinze deles, o inquérito policial foi instaurado após divulgação de imagens íntimas. Um exemplo de repercussão envolve o jogador do PSG Neymar, que terá de prestar esclarecimento à Polícia Civil por publicar vídeo com uma modelo.

"No ano de 2019 foram registrados cerca de 400 crimes praticados no ambiente virtual (internet). Entende-se por crime virtual aquele em que, pelo menos, uma parte da execução ocorreu pelo meio digital. Contudo, os crimes cibernéticos próprios são aqueles que só podem ser praticados pela internet, a exemplo da invasão de dispositivo informático, crime inserido no nosso ordenamento jurídico após o fato ocorrido com a atriz Carolina Dieckman", informou o delegado Thiago Prado, responsável pela Seção de Combate aos Crimes Cibernéticos.

O delegado Thiago Prado informou, ainda, que os tipos mais comuns são estelionato, crimes contra honra (injúria, calúnia e difamação) e vingança pornográfica (Art. 218-C do CP).  "Em 2019 foram registrados 15 (quinze) casos em que houve divulgação de imagens íntimas de homem ou mulher. Algumas investigações já foram concluídas com o indiciamento do autor e as demais estão em andamento", explicou.

Gazetaweb

 



Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 18
Google News