17/07/2019 18:01:03

Alagoas
27/05/2019 08:15:00

De verde e amarelo, alagoanos participam de manifestação pró-Bolsonaro na orla de Maceió


De verde e amarelo, alagoanos participam de manifestação pró-Bolsonaro na orla de Maceió
Ilustração

Puxados por trios elétricos e vestidos, em sua maioria, de verde e amarelo, milhares de alagoanos participaram, neste domingo (26), de uma manifestação pró-governo Bolsonaro, que aconteceu paralelamente em todas as capitais e dezenas de cidades do país. Na capital alagoana, o grupo se reuniu no Corredor Vera Arruda, na Jatiúca, e seguiu em caminhada pela orla.

As manifestações têm como foco demonstrar apoio ao governo federal e pedir a aprovação das reformas da Previdência, Administrativa e Tributária, e do pacote anticrime enviado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao Congresso Nacional.

Os manifestantes reunidos na orla também carregaram bandeiras do Brasil, cartazes e faixas de apoio às medidas que estão no centro das discussões no país. Em um das faixas, colocada no trio, se lê: “Centrão, vergonha da Nação!”

"Em que pese muita gente ter tentado desvirtuar essa manifest.ação, aqui ninguém pede fechamento do Congresso. O que queremos é a reforma da previdência, reforma tributária, pacote anticrime. Queremos que o Centrão não trave o governo. Somos contra aqueles que querem seu privilégio primeiro. Não vamos aceitar o Centrão mandar no país", explicou Leonardo Dias, um dos líderes do Movimento Brasil em Alagoas, em entrevista ao CadaMinuto.

Sobre o resultado do ato, Dias disse que ele atingiu seu objetivo e "superou qualquer expectativa": "Foi surpreendente a adesão das pessoas, porque não são pautas populares, especialmente a reforma da Previdência, que se tornou o foco da manifestação", completou.

Segundo os organizadores, cerca de 20 mil pessoas participaram do evento em Maceió. A Polícia Militar ainda não divulgou os dados oficiais.

Assim como em todo o Brasil, em Alagoas o movimento também encontrou resistência dentro dos próprios grupos que apoiaram a eleição do presidente Jair Bolsonaro (PSL), mas os principais nomes locais do partido, como o presidente da sigla em Alagoas, Flávio Moreno, e o deputado estadual Cabo Bebeto se posicionaram favoráveis às manifestações deste domingo.

Moreno - que participou do evento em um dos trios elétricos -, Bebeto e Leonardo Dias foram alguns nomes da direita que postaram vídeos nas redes sociais, convocando os alagoanos para a manifestação.

Único deputado estadual eleito pelo PSL-AL, Cabo Bebeto não participou do ato. Em suas redes sociais, quando convidou os alagoanos a irem às ruas, o parlamentar já havia adiantado que não poderia estar presente. Ele alegou motivos pessoais, devido a compromissos marcados desde fevereiro passado.

Cada Minuto



Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 154
Google News