20/09/2019 02:30:07

Polícia
07/05/2019 07:58:00

Polícia prende acusado de homicídio em Rio Largo


Polícia prende acusado de homicídio em Rio Largo
Delegado Felipe Cardoso

A equipe da Delegacia de Homicídios de Rio Largo prendeu Felipe Cardoso da Silva, acusado de envolvimento na morte de Severino Terto da Silva, assassinado há quase um ano, em Rio Largo. 

As investigações apontaram que a vítima foi morta porque havia uma suspeita de seu envolvimento no aliciamento de menores, situação não aceita pelo grupo criminoso que fazia parte e que culminou em "julgamento" e ordem para sua execução.

A 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Largo expediu mandado de prisão preventiva contra Felipe Cardoso, cumprida pelos policiais civis da Delegacia de Homicídios (DH) de Rio Largo na última sexta-feira (03).

O assassinato de Severino - dependente químico - ocorreu no dia 13 de maio de 2018, no Conjunto Jarbas Oiticica, Rio Largo. A investigação esclareceu que Felipe, em companhia de Romário Elias da Silva, o "Índio", preso no início deste ano, teriam assassinado a vítima e que os criminosos eram frequentadores da residência de Severino.

Felipe, o "Infrator", fazia parte de organização criminosa composta Romário Elias, Jaelson Barbosa da Silva e Kayo do Nascimento Magalhães, conhecido como "Cabra", todos presos por envolvimento em assassinatos motivados por disputa entre facções rivais.

"A vítima se relacionava com esse próprio grupo que o matou. O crime foi praticado numa sequência de homicídios ocorridos no Jarbas Oiticica no ano passado pelo mesmo grupo e nós temos provas decorrentes de quebra de sigilo telefônico que deixam claro que esse Índio junto com os outros asseclas que também o acompanhava e estão presos, ordenavam as mortes", informou o delegado Lucimério Campos, titular da DH de Rio Largo. 

"As duas últimas mortes, a do Wellington e a do Lucas, foram por conta de as vítimas pertencerem a localidade de facções rivais. No caso do Severino Terto ele foi morto porque havia informação dentro do grupo de que ele estava aliciando menores no bairro e como não admitem isso resolveram julgá-lo e orquestraram para matá-lo na madrugada", finaliza Lucimério Campos.



Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 5483
Google News