20/05/2019 13:36:52

Justiça
03/05/2019 11:00:00

STF livra Renan Calheiros de mais um processo na Lava Jato

Relator Edson Fachin mandou arquivar processo por falta de provas


STF livra Renan Calheiros de mais um processo na Lava Jato
Senador alagoano Renan Calheiros

O Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou mais um processo da Operação Lava Jato contra o senador Renan Calheiros (MDB).

O ato do STF, assinado pelo relator ministro Edson Fachin, foi comemorado pelo senador em sua conta no Twittter.

Renan havia sido acusado pelo Ministério Público Federal de suposto recebimento de valores para aprovar medidas provisórias.

O arquivamento do processo por falta de provas beneficiou também o presidente  da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, acusado na mesma ação.

Ataque – Depois da decisão do STF, o senador usou o Twitter a para atacar o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Lava Jato no Paraná, e o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, que formulou a maioria das denúncias da PGR contra detentores de foro privilegiado.

O ex-presidente do Senado já teve vários inquéritos arquivados, ainda responde a outros, mas até o momento não tornou-se réu no Supremo no âmbito da Lava Jato

“Acusações absurdas que estão sendo corrigidas. Está cada vez mais evidente que as investigações foram fruto de perseguição de Janot e do procurador do power point, Dellagnol (sic)”, escreveu o senador.

O arquivamento desta investigação foi pedido pela atual PGR, Raquel Dodge, que não viu indícios que sustentassem a continuidade das apurações.A suspeita, surgida na delação da Odebrecht, era de que ele e Maia teriam recebido R$ 7 milhões da empreiteira para aprovar, em 2013, que tratou de benefícios fiscais ao etanol e à indústria química.

éassim



Enquete
Você concorda com a Reforma da Previdência?
Total de votos: 332
Google News