21/07/2019 16:10:55

Alagoas
19/04/2019 19:15:00

Governo de Alagoas fará recadastramento de aposentados e pensionistas do Estado

Gastos com servidores inativos aumentaram quase 5% no ano passado, segundo Ipea


Governo de Alagoas fará recadastramento de aposentados e pensionistas do Estado
Ilustração

governo de Alagoas vai realizar, a partir do dia 29 deste mês, o recadastramento de aposentados e pensionistas do Estado, de acordo com decreto publicado no Diário Oficial de Alagoas desta quinta-feira (18). Segundo o governo, o objetivo do recadastramento é atualizar os dados dos aposentados e pensionistas, bem como realizar a comprovação de vida dos beneficiários vinculados ao Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos do Estado de Alagoas.

O decreto assinado pelo governador de Alagoas, Renan Filho, recomenda que para se recadastrar, o aposentado deverá acessar o endereço eletrônico indicado pela Alagoas Previdência e preencher todas as informações constantes nos formulários. Deve também agendar o dia e a hora para a apresentação dos documentos, captura de fotografia e coleta biométrica.

 

Para isso, os beneficiários devem obedecer o calendário estipulado pelo governo, que tem início no dia 29 de abril a dez de maio para os aposentados com nomes iniciados pela letra "A" e prossegue até o período de 17 a 31 de outubro, para os beneficiários com nomes iniciados pelas letras "V", "X" e "Z". 

O governo alerta que o não atendimento do prazo poderá acarretar na suspensão do benefício. Antes disso, o Estado prevê a publicação de um edital com o nome dos faltosos, concedendo um novo prazo para uma nova chance de recadastramento. "O restabelecimento do pagamento de provento fica condicionado à efetivação da atualização cadastral do aposentado na sede da Alagoas Previdência", ressalta o decreto.

Crescimento

Levantamento publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) na terça-feira (16) revela que no ano passado, os gastos com servidores inativos aumentaram 4,9% em Alagoas, na comparação com o ano anterior. 

O índice segue destino contrário ao número de servidores da ativa, que recuou 3%, segundo o levantamento do Ipea feito com base no Portal da Transparência do governo de Alagoas. 

Segundo o Ipea, Rondônia (22,8%) e Tocantins (17,1%) foram os estados que registraram maior crescimento nos gastos com inativos.
 
Gazetaweb


Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 205
Google News