16/06/2019 05:41:09

Polícia
11/04/2019 07:30:00

Família denuncia que ex-reeducando foi assassinado por policiais


Família denuncia que ex-reeducando foi assassinado por policiais

oliciais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) iniciaram as investigações que devem esclarecer o assassinato do desempregado João Victor da Silva, 19.

O corpo de João Victor foi encontrado na manhã desta terça-feira, 9, em um dos trechos da Rua Riachuelo, que liga os bairros do Trapiche ao Ponta da Barra, na região Sul de Maceió.

A rua fica as margens da Lagoa Mundaú, não tem circulação de carros e fica nos fundos da Indústria Brasken e a poucos metros de uma Delegacia da Polícia Civil (PC).

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) adiantaram que o jovem foi espancado até a morte.

Após o aparecimento do corpo parentes de João Victor denunciaram que na noite da segunda-feira, 8, o jovem teria sido abordado por uma equipe da Polícia Militar (PM), que fazia patrulhamento da região. Os policiais teriam reconhecido João Victor que havia deixado recentemente a prisão. Ele, conforme os familiares, teria sido agredido e espancado violentamente apenas pelo motivo de ser ex-reeducando.

Após a sessão de tortura, os militares foram embora, abandonando o jovem que ficou agonizante, até morrer.

O que chama a atenção no crime é o fato que na tarde da segunda-feira, 8, um cadáver de um homem, sem nenhuma identificação, foi localizado na mesma área onde estava o corpo de João Victor.

Como detalhe, o local onde estava o cadáver que estava em adiantado estado de decomposição, tinha sido sinalizado com placas informando onde estava o corpo.

Embora existam famílias de moradores de rua e pescadores residindo em condições precárias na mesma localidade, ninguém falou se viu algo suspeito ou detalhou sobre as mortes.

 

Redação

Emergência 190



Enquete
Na Eleição de 2020 em quem você votaria para Vereador de União dos Palmares?
Total de votos: 81
Google News