18/08/2019 21:28:17

Polícia
03/04/2019 08:30:00

Polícia Civil faz alerta sobre novo golpe na OLX; confira


Polícia Civil faz alerta sobre novo golpe na OLX; confira

A Polícia Civil de Alagoas está alertando sobre uma nova maneira de estelionato que vem tendo aumento acentuado em seus registros. Pelo golpe, um intermediário se envolve na compra e venda de um veículo que existe e engana o proprietário e o interessado.

De acordo com o delegado Leonardo Assunção, do 1º Distrito da Capital, nos últimos tempos, os estelionatários estão aprimorando os golpes e um tipo, em particular, tem chamado a atenção.

Nesta nova modalidade, um golpista clona um anúncio de um veículo que existe, normalmente publicado em sites de venda como OLX, mas com um valor inferior e seus dados para contato.

O comprador, interessado pelo preço, entra em contato com o estelionatário que age como um intermediário com o vendedor. A cada um deles, o golpista afirma que o outro tem uma dívida com ele e os convence de não conversarem sobre valores quando for feita a visita para ver o veículo. E chega a dizer ser parente do verdadeiro vendedor.

Assim que o negócio é fechado, o intermediador informa ao comprador a conta bancária para depósito, e passa a insistir que este depósito seja feito rapidamente.

Geralmente, o dinheiro cai na conta e, somente aí o golpe é descoberto, pois o comprador verifica que o depósito não foi realizado em nome do verdadeiro vendedor e sim de um integrante da quadrilha de estelionatários.

Segundo Leonardo Assunção, o estelionatário nunca está presente durante as intermediações. “Ele liga, manda mensagens pelo WhatsApp, mas nunca aparece”, explicou ele.

Os números de telefones utilizados pelos golpistas são de Alagoas, mas as contas utilizadas para os depósitos, em nome de laranjas, são normalmente do Mato Grosso do Sul (Cuiabá, Cárceres, Rondonópolis, etc.), o que dificulta as investigações.

O delegado revelou que, nos últimos 30 dias, já registrou cinco casos do golpe, ocorridos somente na área do 1º DP, em Maceió.

Em um dos casos, um dos estelionatários chegou a usar a carteira funcional de um coronel da Polícia Militar de Alagoas, que havia sido extraviada em 2011, conforme registro de Boletim de Ocorrência feito na época.

“As pessoas devem ter muito cuidado nas negociações – compra e venda de veículos – feitos pelos sites de classificados, da internet, principalmente quando observar que os produtos oferecidos estão abaixo do valor de mercado”, concluiu Leonardo Assunção.

*Redação Alagoas Alerta com PC AL 



Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 516
Google News