19/05/2019 23:32:14

Polícia
29/03/2019 13:00:00

Detran/AL realiza primeira operação Lei Seca com registro digital de infrações


Detran/AL realiza primeira operação Lei Seca com registro digital de infrações
Texto de Lays Peixoto e Mácio Amaral

O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) realizou, na tarde de quarta-feira (27), na parte baixa da capital, a primeira operação Lei Seca com o uso dos talonários eletrônicos, sistema digital para o registro das infrações constatadas em fiscalizações de trânsito. O equipamento irá substituir os talões manuscritos e promete trazer melhorias no policiamento e elevar o Estado de Alagoas ao patamar tecnológico já adotado em outros estados do país.

 

Com o auxílio da nova ferramenta, o agente poderá adicionar ao auto de infração fotografias ou vídeos, além de computar o local onde a infração ocorreu, o que traz melhorias na identificação geográfica das ocorrências e viabiliza o monitoramento online das fiscalizações.

 

O diretor-presidente da autarquia, Adrualdo Catão, acompanhou de perto a fiscalização e, na oportunidade, salientou a importância do uso do equipamento e os benefícios que ele oferece considerando a eficiência da ferramenta e a segurança jurídica que ela proporciona tanto para o agente como também para o condutor.

Novo equipamento oferece agilidade, transparência e segurança jurídica para o agente e para o condutor (Fotos: Lays Peixoto)

“Hoje estamos realizando a primeira operação Lei Seca com o uso do talonário eletrônico que foi uma aquisição do Detran de Alagoas para facilitar a abordagem policial da fiscalização, dando também mais transparência e celeridade ao procedimento. É mais uma iniciativa do órgão e do Governo de Alagoas oferecendo mais modernidade para a administração pública aproximando também a administração da população alagoana”, destaca o gestor.  

 

Para a agente de trânsito lotada na operação Lei Seca, Fátima Buarque, a atualização nos talonários era algo esperado por toda a equipe. “A veracidade dos dados é muito importante, porque às vezes você pegava um documento rasgado, manchado ou pouco legível e tinha que transcrever, às vezes errava e dava em carro totalmente diferente. Isso não vai mais acontecer”, conta.

Além disso, a servidora reforça os benefícios para a população alagoana que também será contemplada com a tecnologia. “Agiliza para o usuário, que é o mais importante. Eles reclamavam muito da demora, e pra gente também era cansativo. Agora o usuário entrega a documentação e no máximo em cinco minutos ele já está indo embora”, completa a servidora.

O assistente administrativo, Rodrigo Almeida, abordado durante a operação, ficou surpreso com a celeridade que ocorreu todo o procedimento de abordagem parabenizando a equipe de fiscalização e o órgão pela aquisição do equipamento.

“Essa é a segunda vez que sou abordado durante a operação Lei Seca e é muito bom saber que um órgão público está investindo em tecnologia em prol da população. Alagoas estava realmente precisando dessa inovação e estão todos de parabéns pela iniciativa”, destaca Rodrigo.  

Novo equipamento oferece agilidade, transparência e segurança jurídica para o agente e para o condutor (Fotos: Lays Peixoto)

A operação também foi marcada pela presença do coordenador da operação Lei Seca, tenente Emanuel Costa, técnicos da chefia de controle de infrações do Detran/AL, além de representantes da empresa que forneceu o equipamento para o desenvolvimento das ações.

BALANÇO

Ao todo, 235 veículos foram abordados e seus condutores revistados. Foram realizados 238 testes de alcoolemia, o que resultou em 14 Autos de Infração de Trânsito (AIT) lavrados e cinco recolhimentos de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Agência Alagoas



Enquete
Você concorda com a Reforma da Previdência?
Total de votos: 326
Google News