22/04/2019 06:03:32

Especial
13/03/2019 16:30:00

Bolsonaro: 'Também estou interessado em saber quem mandou me matar'

O presidente disse ser importante que se apontem os mandantes do assassinato de Marielle Franco, mas ressaltou que também tem interesse em saber que está por trás do atentado que sofreu em setembro passado


Bolsonaro: 'Também estou interessado em saber quem mandou me matar'

O presidente Jair Bolsonaro manifestou, nesta terça-feira (12/3), o desejo pela conclusão das investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, em 14 de de março de 2018. Mas ressaltou que deseja também saber quem mandou matá-lo por meio do atentado a faca em 6 de setembro do ano passado, durante a campanha eleitoral.

O presidente pondera que não existe crime impossível de ser solucionado. “É coisa rara. Espero que, realmente, a apuração tenha chegado, de fato, a estes que foram os executores e saber quem mandou matar (Marielle e Anderson)”, declarou. Para Bolsonaro, é possível que as mortes tenham um mandante.

Mesmo sendo vereadora, Bolsonaro declarou que não conhecia a parlamentar. "Eu conheci a Marielle depois que ela foi assassinada, não conhecia ela, apesar de ela ser vereadora lá com o meu filho no Rio de Janeiro." Após esse comentário, o presidente emendou que deseja a apuração sobre quem mandou Adélio Bispo esfaqueá-lo. "Também estou interessado em saber quem mandou me matar", afirmou.

Questionado sobre os suspeitos dos assassinatos de Marielle e Anderson terem fotos tiradas com ele, o presidente se defendeu. “Tenho foto com milhares de policiais civis e militares”, disse. As declarações foram dadas nesta terça-feira (12/3), após declaração presidencial conjunta de Bolsonaro e do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez.

Sérgio Moro

Após o pronunciamento, Moro também comentou sobre o caso Marielle. Ele frisou que a investigação sobre as mortes está sob responsabilidade da justiça estadual e da Polícia Civil do Rio de Janeiro, mas ressaltou que o governo federal tem contribuído com a realização de uma investigação por parte da Polícia Federal. 

"O grupo está investigando tentativas de obstrução e manipulação das investigações. E certamente essa investigação da PF contribuiu bastante para que se chegue a um melhor resultado investigatório do grave assassinato. É um crime que tem que ser investigado por completo e levar os responsáveis à Justiça."

Correio Braziliense



Enquete
Qual dos nomes elencados abaixo é seu candidato a Prefeito em 2020?
Total de votos: 20032
Google News