17/06/2019 07:03:51

Comportamento
11/03/2019 19:30:00

11 verdades que apenas as pessoas com depressão funcional entendem

Desde as coisas irritantes que as pessoas dizem até sua lista exaustiva de tarefas a cumprir.


11 verdades que apenas as pessoas com depressão funcional entendem

Quando pensamos em depressão, a imagem que nos vem à mente talvez seja de uma pessoa com uma caixinha de lenços de papel na mão e totalmente incapaz de sair de casa. Mas esse estereótipo é falso. A depressão pode se manifestar de muitas maneiras diferentes, incluindo uma que é descrita por alguns como depressão “altamente funcional”.

Especialistas dizem que a depressão funcional passa despercebida da maioria das pessoas. Se você sofre dela, sabe como isso é verdade. Na maioria dos dias você estampa um sorriso no rosto, se esforça ao máximo no trabalho e até mantém relacionamentos bem-sucedidos. Mas isso não significa que você não lute com os sintomas debilitantes da depressão todos os dias.

Você se identifica com isso? Veja algumas coisas que pessoas com depressão altamente funcional entendem melhor que ninguém, segundo especialistas e pessoas que já tiveram esse problema

1. A rotina diária lhe parece exaustiva.

ERIK NARDINI / EYEEM VIA GETTY IMAGES
Dia a dia de quem tem depressão funcional é sempre exaustivo.

A terapeuta conjugal e familiar Kati Morton, autora de  Are U Ok?, disse que só as pessoas com depressão altamente funcional sabem como é difícil se preparar para enfrentar cada dia ou completar suas tarefas básicas.

“Pessoas que não têm depressão não entendem quanta energia temos que investir para levantar da cama, tomar uma chuveirada e sair de casa”, falou Morton. “Muitas pessoas com depressão funcional contam que estão exaustas antes mesmo de chegar ao trabalho ou àquele evento ao qual prometeram comparecer.”

Reya Kost é diretora clínica da Haven Hills Recovery, uma clínica de recuperação de traumas voltado apenas a mulheres, em San Diego, Califórnia. Ela disse que as pessoas têm dificuldade em entender que alguém “que tem um bom emprego, uma família bacana e muitos amigos pode ser infeliz”.

“Quando a pessoa enfrenta uma depressão e precisa fazer grande força para cumprir todos seus compromissos, a vida é difícil, exaustiva e raramente lhe parece que traz realizações”, disse Kost.

2. Procurar ajuda parece ser uma tarefa monumental.

Muitas pessoas que enfrentam uma depressão altamente funcional querem se sentir melhor e ser mais engajadas e comprometidas na vida, segundo Kost. Mas encontrar a energia necessária para buscar ajuda pode ser dificílimo quando você passou o dia inteiro fingindo que está bem, apesar de estar constantemente desanimada e ter pouca motivação para concluir suas tarefas.

“Às vezes as sugestões de ‘procure ajuda’ podem soar paternalistas e não ajudar”, ela disse. “A pessoa que está sofrendo provavelmente já pensou em procurar ajuda, só que ainda não descobriu como fazer isso.”

3. Como você se sente por dentro pode não corresponder a como você age.

Karla Campos dirige uma agência de marketing digital em Tampa, Flórida, e sofre de depressão altamente funcional. Ela diz que as pessoas sempre comentam que ela parece “calma, tranquila e autoconfiante”. Mas as aparências enganam.

“Quando bate a depressão, só quero ficar sozinha, entrar debaixo dos lençóis e dormir”, ela comentou. “Mas não posso fazer isso, então represento meu papel. A sensação que tenho é essa, de estar representando um papel.”

“Para passar a impressão de autoconfiança, eu me pergunto: ‘O que Karla faria num dia normal?’ Karla cumprimentaria as pessoas, ela estaria presente, ela estaria animada com a vida. Mas nos dias em que estou deprimida não tenho vontade de cumprimentar o sr. Jones nem mais ninguém. Não que o sr. Jones ou qualquer outra pessoa tenha feito algo de errado – quero ficar sozinha porque tudo me deixa exausta, tudo esgota minha energia.

4. Você é a crítica mais intransigente de todo mundo, incluindo de você mesma.  

Quando você enfrenta uma depressão altamente funcional, seu crítico interior implacável condena você mesmo, os outros e o mundo de modo geral, disse a psicóloga Valeria Skopich, que trabalha num hospital militar em Bila Tserkva, na Ucrânia.

“Você se acha uma loser, acha que seu chefe é um idiota, seu parceiro é a pessoa mais irritante do mundo e a vida é simplesmente insuportável”, ela explicou. “Há pensamentos negativos saindo de sua cabeça que você simplesmente não consegue desligar.”

Skopich disse que esse tipo de pensamento negativo inclui as dúvidas a seu próprio respeito.

“Você pode ficar questionando constantemente se está seguindo a trajetória profissional certa, se está no relacionamento certo, o que você está fazendo com sua vida, até mesmo se você consegue lidar com a vida adulta.” 

5. As pessoas não entendem como você pode “estar deprimida”.

TOMMASO79 VIA GETTY IMAGES
Pessoal com depressão funcional têm a doença colocada em xeque por quem está a seu redor.

“Muitos de meus pacientes com depressão altamente funcional dizem que o mais difícil de sua condição é o fato de ela não ser evidente às outras pessoas”, disse John Duffy, psicólogo que trabalha em Chicago.

Uma de suas pacientes, por exemplo, era uma universitária que passava a maior parte do tempo deprimida e se sentia fracassada, apesar de ter notas perfeitas, aparência excelente e realizar tudo em sua lista diária de tarefas a cumprir.

As pessoas diziam a ela: “Você não pode estar deprimida. Veja como você está se saindo bem.”

6. Parece impossível se cuidar.

“Várias de minhas pacientes já chegaram ao consultório parecendo que acabaram de ser atropeladas por um ônibus”, comentou Azizi Marshall, fundadora e CEO do Center for Creative Arts Therapy, centro de psicoterapia e treinos de grupo em Chicago. “Elas se esforçam ao máximo para manter tudo funcionando normalmente na sua vida diária – interagindo com colegas de trabalho, concentrando-se no trabalho, mantendo seu cônjuge feliz ?, e, quando chegam para a sessão comigo, finalmente estão num lugar onde podem se soltar.”

Cuidar delas próprias raramente é uma prioridade para essas pacientes. “Devido à depressão, elas não se valorizam, não têm consciência de seu próprio valor.”

Myisha T. Hill, empreendedora e ativista de saúde mental, de Thousand Oaks, Califórnia, concordou.

“Você deixa de fazer coisas simples, como passar um batom, porque isso parece que exige esforço demais”, ela comentou. “Cuidar de você mesma parece mais uma tarefa que a pessoa precisa dar conta. Falta a ela a energia necessária para fazer coisas simples como alimentar-se saudavelmente, fazer uma caminhada ou até mesmo lavar suas roupas.”

7. Você sente que não realiza nada.

DAMIRCUDIC VIA GETTY IMAGES
A sensação de improdutividade é frequente em quem tem depressão funcional.

É claro que você pode dar conta de toda sua lista de coisas a fazer, mesmo tendo uma depressão altamente funcional. Mas isso não significa que você fique contente ou se sinta realizada quando tiver dado conta de tudo.

“Ao longo do dia você passa de uma tarefa a outra, sentindo-se incomodada com sua própria desconexão emocional. Você fica esperando sentir alguma coisa – algum interesse, alguma empolgação, qualquer coisa”, explicou o psicólogo Greg Kushnick, de Nova York. “Você acaba se contentando com um senso leve de envolvimento quando uma tarefa consegue desviar sua atenção de seus pensamentos negativos.”

Carrie Krawiec, terapeuta conjugal e familiar de Troy, Michigan, concordou, acrescentando que as pessoas com depressão muitas vezes não sentem alegria, nem mesmo com atividades que lhes deram alegria no passado.

“Elas detestam a depressão por lhes roubar a alegria. Por causa da depressão, cumprir uma tarefa que antes lhes dava prazer agora gera raiva ou negatividade. A pessoa ou não sente nada ou, ainda pior, se sente infeliz”, ela disse.

8. Pode ser difícil traçar planos ou levá-los adiante.

“Uma coisa frustrante e que as pessoas não entendem é a tendência que a pessoa deprimida possui de traçar planos que então ela cancela ou descumpre”, comentou Kathryn Vercillo, jornalista de San Francisco.

Vercillo, que tem depressão altamente funcional, disse que muitas vezes fica realmente empolgada com os planos que faz com outras pessoas. “Aí chega o dia de fazermos o que foi marcado, e se for um dia bom para mim, posso ir lá e me divertir. Mas é igualmente provável que não seja um dia bom e que eu tenha dificuldade em me obrigar a ir. Quando é assim, eu desmarco, dou uma desculpa ou, quando eu era mais jovem, fazia algo muito chato que era simplesmente não comparecer”, ela contou.

Esse hábito pode ser frustrante para outras pessoas, mas Vercillo disse que a situação é muito mais difícil para ela do que as pessoas se dão conta.

“Quando não conseguimos nos forçar a ir a algum lugar ou fazer uma coisa que nos comprometemos a ir ou fazer, nos sentimos péssimos”, ela explicou. “Temos sentimento de culpa, ficamos nos criticando, ficamos repassando as coisas na cabeça e isso nos faz mergulhar mais fundo na depressão.”

9. Manter relacionamentos é mais difícil do que as outras pessoas imaginam.

CAIAIMAGE/PAUL BRADBURY VIA GETTY IMAGES
É difícil manter relacionamentos pessoais quando se tem depressão altamente funcional.

Morgan Eisenstot trabalha numa agência de relações públicas de Austin, Texas, e contou que é difício conservar relacionamentos pessoais quando se convive com uma depressão altamente funcional.

“Nunca quero puxar meus amigos ou familiares para baixo, mas ao mesmo tempo essas pessoas ficam me pressionando para saber se estou bem”, ela disse, explicando que isso apenas a leva a pedir desculpas constantemente a todo o mundo que conhece. “Quem não sofre de depressão não entende que essa é uma reação instintiva. É eu querendo deixar claro às pessoas que me cercam que não quero trazê-las comigo para o fundo do meu poço.”

A depressão altamente funcional também pode provocar sentimento de vergonha, levando a pessoa a querer isolar-se de outras, disse Allison Zamani, terapeuta conjugal e familiar do Center for Mindful Psychotherapy in San Francisco.

“Ser obrigada a compartilhar isso com outra pessoa faz a pessoa deprimida sentir-se uma outsider ou achar que está sendo julgada”, disse Zamani. Se a pessoa com quem você está tenta reconfortá-la, isso pode lhe provocar um sentimento de vergonha.

10. Com as redes sociais é mais fácil ocultar a depressão.

As redes sociais às vezes mascaram as dificuldades das pessoas. Pode ser o caso de qualquer pessoa: as legendas de fotos nunca compartilham uma visão completa do que está realmente acontecendo na vida de uma pessoa. Mas esse pode ser o caso mais ainda com as pessoas com depressão altamente funcional, segundo Shana Bearden, diretora criativa em Knoxville, Tennessee, que sofre dessa depressão.

Bearden compartilhou o exemplo seguinte de uma legenda de foto que ela postou no passado, comparado com o que estava passando pela cabeça dela na realidade:

Teoria: Bom dia, segunda-feira! Não vejo a hora de voltar ao trabalho esta semana depois de um fim de semana tranquilo com Netflix e pipoca.

Realidade: A semana passada foi um desastre total. Se eu não conseguir dois clientes novos esta semana vou estar totalmente F#$%DA?! Passei o fim de semana deitada no sofá sentindo pena de mim mesma, vendo TV e comendo coisas que davam o menor trabalho possível para preparar. Hoje é um novo dia! Vou ter que fingir um alto astral para não afastar clientes potenciais!  

11. “Altamente funcional” não significa que não haja risco de automutilação.

Uma pessoa pode correr risco mesmo que consiga mascarar sua condição.

“Podemos desempenhar bem no trabalho, mesmo sofrendo de depressão, com ideias suicidas e lutando todos os dias para continuar vivos”, disse Catherine Callan, ativista de saúde junto ao ICareHealthCare em Santa Barbara, Califórnia. Ela convive com uma depressão altamente funcional.

Se você conhece alguém que sofre de depressão, que menciona que está tendo dificuldades ou que talvez não esteja realizando as coisas do modo como fazia antes, vale a pena verificar como a pessoa está. Se você sabe que ela está em risco, sempre pergunte sobre automutilação, mesmo que isso seja incômodo e constrangedor.

“Pergunte diretamente a nós se estamos pensando no suicídio”, disse Callan. “Isso é essencial para nossa sobrevivência.” 

https://www.huffpostbrasil.com 



Enquete
Na Eleição de 2020 em quem você votaria para Vereador de União dos Palmares?
Total de votos: 232
Google News