25/06/2019 04:39:19

Polícia
09/03/2019 07:00:00

Menina de 1 ano e dois meses não morreu afogada em balde, afirma IML

Médico que realizou a necropsia descartou qualquer possibilidade de afogamento: "ela morreu antes de cair na água", informou o órgão


Menina de 1 ano e dois meses não morreu afogada em balde, afirma IML

Redação

A menina Esmeralda Tavares da Silva, de 1 ano e dois meses, teve morte confirmada pela UPA de Palmeira dos Indios e pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. Porém, diferente do que foi divulgado pela imprensa, inclusive pelo próprio Diário Arapiraca, a bebê não foi vítima de afogamento. Pelo menos é o que afirma o IML.

O repórter da 96 FM, Mitchel Torquato, em contato com o órgão oficial, foi informado que o médico que realizou a necropsia não encontrou, durante o procedimento, nenhum sinal que confirmasse que houve afogamento. 

O IML disse, ainda, que apesar da criança ter sido encontrada dentro do balde, ela morreu antes de cair na água, descartando qualquer possibilidade de afogamento. 

Diante dos fatos relatados, a morte de Esmeralda foi registrada como indeterminada e deverá ser investigada pela Polícia Civil. 

O caso

A situação aconteceu nessa Quarta-feira de Cinzas, no Sítio Barriguda, em Estrela de Alagoas. O caso foi confirmado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Alagoas (CBM/AL).

De acordo com a mãe da criança, que estava realizando trabalhos domésticos na residência onde mora, a filha brincava no quintal quando acabou caindo em um balde com água.

Ela ainda relatou aos bombeiros que ao voltar para a área externa da casa se deparou com a cena.

Os militares levaram, de imediato, a criança para a Unidade de Pronto Atendimento de Palmeira dos Índios, mas Esmeralda não resistiu e acabou morrendo.

Diário de Arapiraca



Enquete
Na Eleição de 2020 em quem você votaria para Vereador de União dos Palmares?
Total de votos: 975
Google News