23/08/2019 04:18:30

Política
03/03/2019 00:00:00

PRTB não deve mais indicar secretaria no governo RF


PRTB não deve mais indicar secretaria no governo RF
Deputado Breno Albuquerque

No auge da disputa de bastidores pela mesa diretora da Assembleia Legislativa de Alagoas, a foto de uma reunião entre a bancada do PRTB e o governador sinalizou que o partido, pela sua lealdade, teria um espaço maior no Executivo.

Com uma bancada de quatro parlamentares, tudo apontava para a indicação de uma Secretaria de Estado. Nos últimos dias o nome do deputado estadual Breno Albuquerque chegou a ser especulado em blogs locais para ocupar a Secretaria de Assistência Social.

Nem Seades, nem outra secretaria. Esta opção perdeu força por duas questões que levaram o governador Renan Filho a mudar de ideia. A primeira e mais importante, um imbróglio interno na bancada do PRTB. A segunda é auto explicativa, na medida em que poderia provocar a cobrança de fatura igual de bancadas de outros partidos na Assembleia Legislativa. O imbróglio interno é de difícil solução. A nomeação de Breno ou qualquer outro deputado do partido, abriria vaga para a posse do primeiro suplente, André Medeiros. Essa situação desagradaria diretamente dois deputados do PRTB muito próximos do governador. O líder do partido Jairzinho Lira e Fátima Canuto.

No caso de Jairzinho, pesa um processo movido por André Medeiros na Justiça Eleitoral cujo objetivo é a cassação do mandato do deputado (via inelegibilidade). No caso de Fátima Canuto, o problema seria segundo boatos nos bastidores seu interesse em apoiar, numa eventual disputa pela prefeitura de Atalaia. O nome a ser apoiado pela deputada, na versão corrente, bateria de frente com os interesses de Monteiro. Fátima no entanto nega qualquer problema com André Monteiro.

Nesse cenário, um nome do PRTB fora da Assembleia Legislativa até poderia ocupar uma secretaria, mas dentro da cota pessoal de Renan Filho. O único nome de consenso, Adeilson Bezerra, chegou a ser sondado e poderá até ocupar uma Secretaria mais à frente. No momento, o “mago das coligações”, tem outros projetos no campo político e pessoal, mas não descarta participar de uma posição no governo, desde que tenha possibilidade de conciliar sua atuação em um cargo com a atividade política partidária.

A bancada do PRTB, garante um importante interlocutor palaciano, não sairá perdendo. “Cada parlamentar terá espaço no governo, talvez até de forma melhor, através de indicações ou de ações que vão atender diretamente as suas bases”, aponta. 

Jornal de Alagoas



Enquete
Dos nomes abaixo qual você escolheria votar para Prefeito?
Total de votos: 1305
Google News