20/06/2019 12:51:55

Alagoas
25/02/2019 09:00:00

Mais de 2.500 eleitores podem perder o título em Arapiraca


Mais de 2.500 eleitores podem perder o título em Arapiraca

Davi Salsa

 Em decorrência de não votarem em três eleições consecutivas e não justificarem a ausência, 2.536 pessoas podem ter o título eleitoral cancelado em Arapiraca.

Com 141.264 eleitores, a cidade de Arapiraca é o segundo maior colégio de Alagoas, perdendo apenas para Maceió, que tem 595.633 pessoas que estavam aptas a votar no pleito de outubro do ano passado.

De acordo com o chefe do Cartório Eleitoral de Arapiraca, Alberto Alencar, o último dia para a regularização do título será no dia seis de maio. “Aquele eleitor que não comparecer nesse prazo e tiver o seu título cancelado, poderá ainda fazer a reativação até maio do próximo ano, para votar nas eleições de 2020”, explica.

O cancelamento de títulos por faltas consecutivas nos pleitos está disciplinado na Resolução TSE 23594/2018.

Em Alagoas, de acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral, um total de 47.594 eleitores foram identificados como faltosos e poderão ter o título cancelado, caso não regularizem sua situação até seis de maio deste ano.

Os cartórios eleitorais já estão disponibilizando ao público as relações contendo os nomes e os números dos títulos destes cidadãos e cidadãs.

Portal

O eleitor que não lembra se faltou nos três últimos pleitos, basta acessar o Portal do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (www.tre-al.jus.br), e clicar na aba “eleitor” e, após, clicar em “situação eleitoral”.

Para obter a informação, o eleitor pode informar o nome completo e a data de nascimento ou o número do título eleitoral que o sistema emitirá as informações.

A pessoa que não votou e nem justificou dentro do prazo previsto em lei, terá que pagar uma multa para cada ausência ao pleito, cujo valor varia em cada município a critério do juiz eleitoral.

Conforme previsto no Código Eleitoral, enquanto não regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral, estará sujeito a uma série de impedimentos, como não obter passaporte ou carteira de identidade, participar de concorrência pública ou administrativa da União, obter empréstimos bancários, inscrever-se e tomar posse em cargo ou função pública, renovar matrícula em estabelecimento de ensino, praticar qualquer ato para que se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda e obter certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas.

Diário de Arapiraca



Enquete
Na Eleição de 2020 em quem você votaria para Vereador de União dos Palmares?
Total de votos: 437
Google News