19/04/2019 05:59:05

Esportes
10/02/2019 20:45:00

Em clássico pegado, CRB e CSA empatam sem gols no Rei Pelé


Em clássico pegado, CRB e CSA empatam sem gols no Rei Pelé

Um "Clássico das Multidões" movimentado, com muita marcação e sem gols. Na tarde deste domingo (10) CRB e CSA dividiram as ações em cada tempo, mas terminaram empatando em 0 a 0 no Estádio Rei Pelé.

O empate manteve o CRB na liderança do Alagoano, agora com 10 pontos. Já o CSA, fica na terceira colocação com 7. No meio da semana o "Galo" estreia na Copa do Brasil diante do Brasiliense e o CSA dogs, voltado a campo no domingo, contra o CEO no Rei Pelé.

O Jogo - 1° Tempo

Bola rolando e os primeiros minutos mostraram dois times se movimentando bem, disputando cada palmo de espaço em campo e quem começou melhor foi o CSA.

O time marujo tinha Didira mais recuado, ajudando Dawhan na marcação, o jovem Vitor Paraíba e Hiago saindo com velocidade, mas as investidas do time marujo eram pelo lado esquerdo com Rafinha e Matheus Sávio. 

Em dez minutos, o time azulino havia chegado na bola parada com Matheus Sávio e na bola aérea com Gerson, mas sem tanto perigo.

O CRB demorou a se encontrar e só conseguiu chutar depois dos 15 minutos, em duas oportunidades com Ferrugem, mas sem perigo para o gol de João Carlos.

Passada a metade da primeira etapa o equilíbrio já estava estabelecido, as faltas cresciam e o árbitro Rafael Carlos Salgueiro precisava conter os ânimos.

 

Em mais uma investida, o CSA criou a melhor chance até então, aos 30 minutos. Didira recebeu, deixou com Patrick Que passou para Vitor Paraíba na entrada da área, para dominar e bater, com perigo por cima do gol de Edson Mardden.

A chance mais perigosa do CRB veio aos 38 minutos. Depois da pressão a defesa do CSA já pensava em sair e Hugo Sanchez lançou Ferrugem, que tinha opções na área, mas resolveu chutar e mandou por cima do gol rival.

O final do primeiro tempo chegou, com empate sem gols no Rei Pelé. Logo após o apito final da etapa, um problema envolvendo o atacante Zé Carlos do CRB e o técnico Marcelo Cabo, gerou tumulto, mas logo foi contido.

2° - Tempo

Na volta para a segunda etapa, os dois times sabiam o que precisavam mudar para conseguir a vitória. A primeira chance veio com o CRB, com Danilinho, mas o impedimento já estava marcado.

Na jogada seguinte, o CSA chegou muito perto de marcar. Celsinho levantou na área, a bola quicou, enganou o goleiro Edson Mardden que bateu roupa e livre, Gerson se atrapalhou e mandou por cima.

Jogo intenso, as chances surgiam para ambos os lados. Em troca de passes entre Danilinho e Junior, o lateral entrou livre na área, mas bateu fraco, nas mãos do goleiro João Carlos.

Os dois treinadores começaram a mudar suas peças e o cenário mostrava o CRB com maior volume de jogo, buscando mais o ataque.

Mesmo assim o CSA fazia as suas investidas e quase abre o placar. Bate rebate na área, Patrick Fabiano escorou, Didira deixou pra Jhon Clay, a bola passou pelo goleiro Edson, mas não pela defesa que afastou o perigo.

O jogo entrou na reta final, as equipes seguiam buscando o gol, mas sem a mesma pujança. Já acusavam o cansaço da partida movimentada e pegada.

No último lance do jogo, o CRB levantou bola na area e Matheus Silva desviou de cabeça para as redes. Mas o impedimento foi marcado.

Final de jogo no Rei Pelé, CRB 0 x 0 CSA.

Cada Minuto

Paulo Chancey Junior



Enquete
Qual dos nomes elencados abaixo é seu candidato a Prefeito em 2020?
Total de votos: 17862
Google News