09/07/2020 18:04:17

20/03/2009 00:00:00

Trabalho e Emprego


Trabalho e Emprego
 ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou nesta quinta-feira (19) que os concursos públicos já autorizados para este ano serão mantidos. Os demais, previstos mas ainda não aprovados, serão negociados com os ministérios caso a caso.

 

Nesta categoria ainda não confirmada estão seleções como as da Polícia Federal e da Receita Federal, que estavam previstas para este ano, mas que ainda aguardam autorização do Planejamento.

Entretanto, os concursos federais já autorizados pelo Ministério do Planejamento para vagas efetivas no governo federal, e cujos editais devem ser publicados nos próximos meses, somam mais de 6,1 mil vagas.

 

De acordo com Bernardo, mesmo com a manutenção dos já autorizados, haverá atraso na abertura dos concursos e na posse dos aprovados. Pela lei, a partir da aprovação por meio de portaria no "Diário Oficial da União", o prazo para publicação do edital é de, no máximo, seis meses.


VEJA LISTA DE CONCURSOS AUTORIZADOS PARA VAGAS EFETIVAS QUE AGUARDAM EDITAL
Órgão Vagas Escolaridade
Banco Central 20 Nível superior
Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes 100 Nível superior
Escola Nacional de Administração Pública 45 Não informado
Fundação Nacional de Saúde 419 Nível médio e superior
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 279 Nível médio e superior
Ministério da Educação (1) 3.826 Nível médio e superior
Ministério da Educação (2) 290 Nível médio e superior
Ministério da Integração Nacional 293 Nível médio e superior
Ministério da Justiça 450 Nível médio e superior
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (1) 100 Nível superior
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (2) 287 Nível médio e superior

O órgão com maior número de vagas efetivas autorizadas é o Ministério da Educação, com 4.116. Destes, 3,8 mil vagas são para universidades federais ou institutos tecnológicos.

Segundo o ministério, cada instituição é responsável pela publicação dos editais.

Terceirizados

Do total de vagas autorizadas, 1.599 são para substituir terceirizados nos seguintes ministérios: Planejamento (287 vagas), Educação (290 vagas), Integração Nacional (293 vagas), Justiça (450 vagas) e Agricultura, Pecuária e Abastecimento (279 vagas).

 

Outras 3.259 vagas que substituirão terceirizados deverão ser preenchidas este ano - mas elas ainda não foram autorizadas e os nomes dos ministérios para os quais serão abertos concursos não foram informados pelo Ministério do Planejamento.

 

A substituição dos terceirizados por funcionários efetivos está sendo feita após compromisso firmado em 2007 entre o Ministério Público do Trabalho e o Ministério do Planejamento.

 

De acordo com o Ministério do Planejamento, as substituições dos terceirizados são referentes à administração direta, e não incluem casos de autarquias e fundações, por exemplo, que são da administração indireta.

 

Vagas temporárias

Além dos concursos para vagas efetivas, outros cinco processos seletivos preveem 241,8 mil vagas temporárias. Desses cargos, a grande maioria - 238 mil - é para atuar no censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2010. Outras 221 vagas são divididas entre dois ministérios e uma secretaria.

 

VEJA LISTA DE CONCURSOS AUTORIZADOS PARA VAGAS TEMPORÁRIAS QUE AGUARDAM EDITAL
Órgão Vagas temporárias Escolaridade
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (1) 238.000 Nível fundamental e médio
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2) 3.638 Não informado
Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior 75 Nível médio e superior
Ministério da Educação 96 Nível superior
Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República 50 Nível médio, técnico e superior

 

com G1



Enquete
Você acredita no numero de mortos por Covid-19 divulgado pelo governo?
Total de votos: 183
Google News