17/07/2019 23:39:17

Polícia
04/01/2019 08:03:00

Alagoano é preso após assassinar a facadas enteados de 13 e 11 anos em PE


Alagoano é preso após assassinar a facadas enteados de 13 e 11 anos em PE
Robson José dos Prazeres

O alagoano, Robson José dos Prazeres, de 28 anos, foi preso, nesta quinta-feira, 03, acusado de assassinar a facadas dois enteados, de 11 e 13 anos. O caso aconteceu em Moreno,  região metropolitana de Recife (PE).

Segundo informações da Polícia Militar de Pernambuco,  o caso aconteceu por volta das 5 horas de hoje. O acusado chegou em casa embriagado e tentou estuprar a enteada, de 13 anos. A adolescente, Maria Alice Nascimento, reagiu e foi esfaqueada. O irmão da garota, Alex Gabriel Nascimento, 11, também tentou impedir o abuso sexual, mas também foi ferido a golpes de faca.

Mesmo feridos, os irmãos saíram de casa para buscar ajudar e morreram próximo a residência. Revoltados com a situação, populares espancaram o acusado, que foi preso e levado à Delegacia de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes.

A mãe das vítimas, Géssica Nascimento, contou que a filha de 9 anos presenciou a morte dos irmãos. Ela também informou que não estava em casa no momento do crime. “Eu estava na casa do meu tio, que é cadeirante, e não pode ficar sozinho. Quando eu estava quase indo embora, minha sogra me ligou e disse que o filho dela [Robson] tinha matado os meus dois filhos. Na hora, eu não entendi e pedi para ela repetir. Essa foi a última palavra que eu ouvi”, diz a mãe dos jovens assassinados, Géssica Nascimento.

Menino de 11 anos e adolescente de 13 eram irmãos e foram mortos pelo padrasto — Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Agressões

Géssica Nascimento relatou ainda que era vítima de violência doméstica e planejava morar em São Paulo com os filhos.

“Ele já tentou me matar. Mas com as crianças não. Já bateu muito em mim. Tirou sangue. Mas o roxo some. Em 2015 bateu em mim pela primeira vez. Ele tinha muito ciúme de mim. Era obcecado por mim. Era um ciúme doentio. Não deixava eu fazer a minha vida. Eu ia para São Paulo, viver com minha tia, com meus filhos, ele estava sabendo disso, e acho que a causa foi essa”, revelou Géssica à Folha PE. 

Grupo criminoso

A Polícia Militar de PE informou que Robson José já foi preso por assalto e fazia parte de uma quadrilha, conhecida como “Os Alagoanos”, que é responsável por diversos delitos em Moreno. Todos os membros são alagoanos e estão sendo procurados pela polícia pernambucana. 

“Além de agressão contra mulher, ele tem envolvimento no uso e no tráfico de drogas de um grupo, denominado ‘Os Alagoanos’. O nosso batalhão não mede esforços para prender estes elementos. É um grupo bastante perigoso e a marca é o uso da extrema violência. Ele exerce no local, um conhecimento geográfico, facilitando o tráfico. Então, provavelmente, ele devia ser um chefe de boca de fumo”, informou à imprensa, Major Leandro, da PM/PE.

Alagoas 24 Horas



Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 166
Google News