18/04/2019 19:59:16

Geral
24/12/2018 09:00:00

MPRJ instaura inquérito para apurar suposta atuação do filho de Crivella na Prefeitura do Rio


MPRJ instaura inquérito para apurar suposta atuação do filho de Crivella na Prefeitura do Rio
Marcelo Crivela

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) instaurou nesta sexta-feira (21) um inquérito civil para apurar supostos atos de improbidade administrativa cometidos pelo prefeito do Rio, Marcelo Crivella.

A investigação foi aberta, segundo o MP, após Crivella viabilizar que seu filho, Marcelo Hodge Crivella, atuasse como gerente de recursos humanos na Prefeitura - ele estaria interferindo nas escolhas do Poder Executivo Municipal.

A ação foi movida através da 3ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania da Capital. Ainda segundo o MPRJ, o filho do prefeito estaria auxiliando o pai na escolha do novo secretário de Cultura do município, inclusive realizando entrevistas com os candidatos ao cargo.

Marcelo Hodge Crivella estaria agindo, também segundo o Ministério Público, como um gestor de recursos humanos, de forma aparentemente clandestina. A atuação irregular, caso confirmada durante a investigação, viola o princípio da moralidade administrativa.

A Prefeitura do Rio informou nesta sexta-feira (21) que recebe com surpresa a informação, "vinda através da imprensa uma vez que não foi notificada oficialmente, sobre a apuração aberta pelo Ministério Público".

A Prefeitura também negou que o filho do prefeito tenha qualquer ligação com a administração municipal. Além disso, disse que considera a ação infundada e, ainda assim, se coloca disponível para prestar qualquer esclarecimento que por ventura o MPRJ ainda tenha.

 
Marcelo Hodge Crivella — Foto: GloboNews reproduçãoMarcelo Hodge Crivella — Foto: GloboNews reprodução

Marcelo Hodge Crivella — Foto: GloboNews reprodução

Hodge já foi alvo de uma ação após Crivella tentar nomeá-lo como secretário municipal da CAsa Civil. A nomeação chegou a ser proibida pelo Supremo, mas posteriormente o processo na corte foi arquivado.

Esta semana, a Justiça do Rio também extinguiu a ação, movida pelo advogado Victor Travancas contra a nomeação, feita pelo prefeito Marcelo Crivella em fevereiro do ano passado. A decisão foi da juíza Neusa Regina Leite, da 14ª Vara de Fazenda Pública.

No entendimento da magistrada, Travancas não poderia ser titular de uma ação contra a Prefeitura, já que ele ocupa um cargo comissionado na administração municipal, onde assumiu o cargo de coordenador na captação de recursos. Para a juíza Neusa Regina Leite, isso contraria o estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil.

G1



Enquete
Qual dos nomes elencados abaixo é seu candidato a Prefeito em 2020?
Total de votos: 17443
Google News