14/12/2018 17:46:07

Cultura
06/12/2018 20:30:00

Mellina Freitas: ‘A cultura é uma das maiores ferramentas de desenvolvimento e inclusão social’


Mellina Freitas: ‘A cultura é uma das maiores ferramentas de desenvolvimento e inclusão social’
Secretaria Melina Freitas

Há quatro anos à frente da Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas (Secult/AL), Melina Freitas, mostra uma série de ações já realizadas para o fortalecimento e preservação do setor no Estado. Em entrevista exclusiva ao portal Alagoas Alerta, a gestora destaca a implantação do programa de Fomento e Incentivo da Cultura em Alagoas (Fica). Com isso, a Secult está promovendo dezenas de editais, democratizando o acesso aos recursos públicos e estabelecendo uma política ética e transparente no apoio à produção cultural, ultrapassando os R$7 milhões em investimentos.

Otimista com o trabalho realizado no órgão, Melina cita também a implantação da Lei Estadual de Incentivo à Cultura que representa um marco no segmento cultural alagoano e prevê o abatimento de impostos às empresas que financiarem a realização de eventos artísticos e culturais no Estado. Ela também falou sobre o que o Estado tem feito para divulgar a riqueza da cultura alagoana em âmbito nacional e internacional.

 

Leia na íntegra o que a secretária Melina Freitas faz e pretende fazer em prol da cultura em Alagoas.

 

1 Alagoas Alerta – Em sua avaliação, qual a ação do governo contribui para o fomento da cultura em Alagoas?

 

Mellina - São 4 anos a frente da pasta da Cultura em Alagoas. Ao longo desse tempo, realizamos centenas de ações para o fortalecimento da nossa cultura. Podemos destacar a implantação do programa de Fomento e Incentivo da Cultura em Alagoas (FICA), a Secult está promovendo dezenas de editais, democratizando o acesso aos recursos públicos e estabelecendo uma política ética e transparente no apoio à produção cultural, ultrapassando os R$7 milhões em investimentos. Também implantamos o Programa Alagoas É Cultura no Interior (Pacin) com o objetivo de desenvolver as manifestações de cada município.

Não poderia deixar de destacar a implantação da Lei Estadual de Incentivo à Cultura que representa um marco no segmento cultural alagoano e prevê o abatimento de impostos às empresas que financiarem a realização de eventos artísticos e culturais no Estado. A Lei de Incentivo à Cultura foi construída juntamente com os representantes dos movimentos culturais, após amplos debates sobre o tema, com a preocupação de avaliar a cultura como geradora de renda para o Estado.

 Alagoas Alerta – Qual avaliação a senhora faz da sua gestão?

Mellina - Desde 2015, a cultura alagoana tem ganhado mais impulso através dos investimentos do Governo de Alagoas e um olhar especial voltado para o fortalecimento do setor. O planejamento da Secretaria de Estado da Cultura traça ações estratégicas visando apoio e orientação aos coletivos artístico-culturais e municípios alagoanos, para o desenvolvimento de suas potencialidades culturais, no sentido de promover atividades que fomentem os diversos segmentos da arte.

Durante a gestão, mantive as portas abertas para receber e dialogar com todos os setores culturais. E foi ouvindo as demandas dos agentes de cultura que formatamos e executamos, conjuntamente, centenas de ações para a difusão e fortalecimento da cultura alagoana. Nosso intuito é fortalecer nossas tradições e preservar nossas raízes com a manutenção do folclore tradicional, sempre visando os pilares da ética, transparência e proximidade.

Alagoas Alerta – Quais estratégias são utilizadas para transformar a cultura em um dos eixos prioritários na promoção do desenvolvimento social e econômico de Alagoas?

Mellina - A cultura é uma das maiores ferramentas de desenvolvimento e inclusão social. Desta forma, é importante observar a relevância e o comprometimento que o Governo do Estado tem demonstrado com a cultura, assegurando os investimentos feitos na área por meio dos projetos que estão sendo encaminhados pela Secult. Com isto, ampliamos nossas atividades levando a cultura para as comunidades de baixa renda e também aproximando os gestores municipais das nossas ações.

O trabalho da Secult tem dado bons resultados nas grotas e comunidades carentes de Maceió. Semanalmente são oferecidas oficinas socioculturais gratuitas, que usam a arte como instrumento de formação cidadã. São aulas de cultura popular, dança, Hip Hop, percussão, coco de roda, teatro e artesanato.

Os projetos promovem o acesso e a popularização da cultura. A cultura se torna aliada nas ações voltadas para a redução nos índices de criminalidade, violência e vulnerabilidade social. Implantar atividades culturais nesses bairros é uma forma de democratização e inclusão social. Estamos construindo um caminho onde a cultura é geradora de renda para a sociedade e para o Estado. O segmento promove retorno econômico positivo.

 4  Alagoas Alerta – Como os concursos e editais destinados para a cultura contribuem para o fortalecimento dessas manifestações em Alagoas?

Mellina - A implantação de editais promove a democratização do acesso aos recursos públicos e estabelecendo uma política ética e transparente, e estimula a produção cultural.

Alagoas Alerta – Qual a relação entre os artistas da terra com a Secretaria de Cultura? Quais os métodos utilizados para fortalecer essa relação?

Mellina - Temos constante contato com os artistas dos mais diversos segmentos culturais. Recentemente, abrimos mais um edital inédito, para o credenciamento de artistas para contrato direto para eventos organizados pelo Estado, com cachês de até R$12 mil.

Alagoas Alerta – Em sua 4° edição, qual o objetivo do projeto Pôr do Sol Cultural? E o que ele traz de novidades para esse ano?

Mellina - Conhecida por ser a terra do sol e mar, Maceió recebe um maior número de visitantes durante a alta temporada. Mais uma vez, a capital alagoana terá um atrativo especial, envolvendo música, cultura, sol e mar. Desde o dia 22 novembro até 16 de dezembro, os fins de semana serão diferenciados na orla de Maceió. Com o objetivo de dar mais opções de lazer aos alagoanos e turistas, estamos promovendo a quarta edição do projeto Pôr do Sol Cultural.

Ao todo, 15 bandas de música e 15 grupos culturais participam do evento, que acontece a partir das 16h, na orla de Jatiúca, no Posto 7, local historicamente marcado pela cultura alagoana no período de grande circulação turística na cidade de Maceió. O projeto tem como objetivo oferecer aos artistas alagoanos um palco onde possam mostrar seus talentos.

7  Alagoas Alerta – O que o Estado tem feito para divulgar a riqueza da cultura alagoana em âmbitos nacionais e internacionais?  Cite algumas ações?

Mellina - Lançamos a Revista Secult em Cena, uma produção semestral que renova a visualização do universo artístico-cultural alagoano e objetivo de fortalecer e disseminar as manifestações tradicionais de Alagoas. Também lançamos a cartilha “Alagoas, seus folguedos e suas danças”. A cartilha tem como meta o conhecimento e valorização dos bens culturais do Estado, pro meio das suas manifestações cantadas, dançadas e saberes populares. As duas publicações são distribuídas gratuitamente.

A Secult também apoia artistas na participação de eventos nacionais e internacionais, levando a arte Alagoana para os quatro cantos do mundo.

Alagoas Alerta – Como o investimento na cultura pode estimular o turismo em terras alagoanas?

Mellina - O turismo cultural é um dos atrativos de Alagoas. A reestruturação dos equipamentos culturais dá nova dinâmica aos espaços. Nessa gestão, nós triplicamos o número de visitantes nos nossos equipamentos culturais com a realização de projetos socioculturais que movimentam os museus, memoriais e bibliotecas.

9  Alagoas Alerta – Com a reeleição do governador Renan Filho, quais os planos de desenvolvimento do setor de cultura nos próximos anos?

Mellina - O governador Renan Filho afirmou que a segunda gestão dele começou logo após o resultado do último pleito eleitoral. Será um trabalho continuado, ainda mais focado e empenhado em fortalecer todos os setores sociais. Na cultura, estaremos dando um novo gás em nossos projetos. 

10 Alagoas Alerta – Por fim, o que o alagoano pode esperar do Governo do Estado em 2019 em relação ao fortalecimento da cultura alagoana?

Mellina - Iremos ampliar os projetos consolidados nesta gestão e apresentaremos novas ações que fomentem a cultura alagoana. Serão mais projetos, mais investimentos, para avançarmos ainda mais e alcançarmos resultados positivos para toda classe.

 

*Marcos Jorge Santos/Alagoas Alerta



Enquete
Você acha que o Concurso Público honesto para a Prefeitura de União resolveria o atraso no salário dos servidores do município?
Total de votos: 51
Google News