17/11/2018 21:52:51

Polícia
31/10/2018 08:03:00

Jovem finge ser enfermeira para sequestrar bebê no Hospital Universitário


Jovem finge ser enfermeira para sequestrar bebê no Hospital Universitário
Jaiane foi presa em flagrante

Via Alagoas 24 Horas

Uma jovem de 19 anos, identificada como Jaiane dos Santos Silva, foi presa em flagrante no Hospital Universitário, tentando sequestrar uma bebê, recém-nascida. De acordo com informações de uma fonte, a mulher estava de jaleco e entrou no hospital, se passando por funcionária.

A equipe da Fox quatro do Batalhão de Guarda esteve no local e efetuou a prisão da mulher, que foi levada para a Central de Flagrantes, no Pinheiro. No primeiro momento o Alagoas24Horas recebeu informações de que a jovem estava na companhia de outras três pessoas (duas mulheres e um homem). No entanto, ao BPGd, a acusada contou outra versão. “Ela disse que o esposo deixou ela lá e que havia uma terceira pessoa – que não conseguimos identificar – que teria foragido”, disse um dos policiais que não quis ser identificado.

O pai da criança, José Ronaldo Palmeira Ferro, conta que residem em Messias e que a filha nasceu no sábado, dia 27. Ele afirma que não conhece Jaiane, mas percebeu que ela estava no hospital desde cedo. Até então, José Ronaldo não percebeu se a jovem estava agindo em parceria com outra pessoa.

Victor Leahy/Alagoas24horas

Bolsa encontrada com a acusada continha uma roupa, um sapato e uma chupeta

Após registrar a ocorrência, o tenente Henrique, que está no comando da guarnição, esclareceu que Jaiane esteve no quarto onde estava a família três vezes, informando que precisava levar a bebê para fazer um exame. Na terceira tentativa ela conseguiu pegar a criança. “O pai desconfiou pela falta da identificação dela no jaleco. Então ele foi atrás de informações e descobriu que as duas enfermeiras já estavam atrás dela porque foram buscar a criança para fazer o exame e não a encontraram. Começou toda a procura e foi feito um alerta geral. Elas acionaram os seguranças e quando estavam caminhando pelos corredores deram de cara com a mulher, com as mesmas características descrita pelo pai. Ela já ia sair do hospital”, diz o tenente.

Jaiane disse, em depoimento à Polícia, que foi até o hospital para uma consulta com um médico e que a menina que estava carregando é sua filha. Para a Polícia, ela demonstra desequilíbrio. “Nenhuma informação nada bate com o que ela está falando. Ela está passando informações desconexas, não sabe informar o contato da família, uma hora fala que tem marido, outra hora diz que não tem”, explica.

As polícias Militar e Civil vão continuar tentando encontrar os familiares de Jaiane, para saber se ela possui transtornos mentais. Por enquanto, o que ficou claro é que a acusada está mentindo sobre a filha. O próprio Hospital Universitário constatou, segundo registros do SUS, que a jovem teve uma filha há cerca de um ano (confira nota abaixo).

Tenente Henrique não soube informar se a mãe verdadeira da bebê entrou em luta corporal com a acusada, mas testemunhas confirmaram ao Alagoas24horas que a segurança precisou intervir.



Enquete
Você acredita que a atual administração vai construir a barragem sobre o Rio Mundaú em União?
Total de votos: 98
Google News