17/11/2018 22:34:44

Brasil
17/10/2018 14:04:00

Polícia pede prisão de falsa médica responsável por procedimento estético em mulher que morreu no RJ


Polícia pede prisão de falsa médica responsável por procedimento estético em mulher que morreu no RJ
Fernanda de Assis morreu de embolia pulmonar

A Polícia do Rio de Janeiro já pediu a prisão preventiva da mulher responsável por um procedimento estético em uma microempresária que morreu no último final de semana no Rio de Janeiro.

Essa mulher não seria médica, mas, mesmo assim, realizava diversos procedimentos estéticos em mulheres.

A microempresária Fernanda de Assis realizou um procedimento no começo do mês, no dia 04, mas, uma semana depois, começou a se sentir mal. Não conseguia ficar em pé e acusava muitas dores na região dos glúteos.

Fernanda foi internada no Hospital Albert Schwaitzer, em Realengo, com edemas agudos nos glúteos. Segundo os médicos, a microempresária deu entrada com problemas respiratórios, passou mal e morreu, horas depois, vítima de embolia pulmonar.

A pessoa responsável pelo procedimento já foi indiciada por crimes de homicídio e exercício ilegal da Medicina.

Desde agosto deste ano, pelo menos cinco mulheres morreram no RJ vítimas de falsos médicos que atuavam em procedimentos estéticos.



Enquete
Você acredita que a atual administração vai construir a barragem sobre o Rio Mundaú em União?
Total de votos: 98
Google News