16/06/2019 05:54:10

Mundo
11/10/2018 14:05:00

Fome na Coreia do Norte atinge 40% da população


Fome na Coreia do Norte atinge 40% da população
Ilustração

MSN

10 milhões de norte-coreanos sofrem com problemas relacionados à desnutrição e, segundo um relatório do Programa Alimentar Mundial (PAM) divulgado nesta terça-feira (9), 40% da população precisa de ajuda humanitária.

“Apesar das melhorias registradas neste ano, a necessidade de ajuda humanitária na Coreia do Norte é ainda muito expressiva, principalmente por causa da insegurança alimentar crônica e uma alta taxa de desnutrição”, declarou o porta-voz do PAM, Hervé Verhoosel, durante uma coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça.

No país, governado por Kim Jong-un, uma a cada cinco crianças sofre de raquitismo, uma doença que compromete o crescimento por causa de uma carência de vitamina D e cálcio.

Falta de verba

Apesar da gravidade da situação, o PAM pode ter que reduzir a ajuda que oferece à Coreia do Norte por falta de verba, disse o porta-voz. O órgão de ajuda alimentar, vinculado à ONU, que gostaria de reservar US$ 52 milhões à Coreia do Norte em 2018, ainda precisa de US$ 15,2 milhões para financiar seus programas e evitar cortes em seus projetos de assistência alimentar.

A Coreia do Norte tem sofrido com as sanções internacionais, mas tenta diminuí-las desde a aproximação com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Por enquanto, os poucos dados econômicos disponíveis permitem supor que o país vive sua pior retração econômica em 20 anos. O PAM e a Unicef fazem parte das raras organizações que ajudam o país asiático, graças ao acesso autorizado pela Coreia do Norte, que já passou por um período de fome intensa no meio dos anos 1990.



Enquete
Na Eleição de 2020 em quem você votaria para Vereador de União dos Palmares?
Total de votos: 81
Google News