18/07/2018 09:23:31

Geral
11/07/2018 20:35:00

Água com gás hidrata tanto quanto a água normal?


Água com gás hidrata tanto quanto a água normal?
Ilustração

www.huffpostbrasil.com 

Quando faz calor todo mundo quer uma maneira deliciosa (e saudável) de ficar hidratado. Mas muita gente tem uma dúvida: a água com gás hidrata tão bem quanto a água normal?

Tomar um copão de água com gás parece trapaça, porque a efervescência lembra a dos refrigerantes. E, num mercado de 1,8 bilhão de dólares só nos Estados Unidos (em grande parte graças ao sucesso da empresa La Croix), parece que muita gente está curtindo a água com bolinhas.

O CDC, órgão de saúde do governo federal americano, recomenda água com gás como uma alternativa mais saudável aos refrigerantes. Mas e questão da hidratação?

Existem muitas marcas e sabores disponíveis, mas neste artigo vamos tratar só das que não têm adição de flavorizantes, ou seja, a água com gás comum.

Vários mitos a respeito de supostos efeitos negativos da água com gás circulam na internet. Vamos derrubar três deles.

Mito 1: Água com gás destrói o esmalte dos dentes.

Boa notícia para quem gosta de água com gás! O pH (em geral 5) desse tipo de bebida não é baixo o suficiente para danificar o esmalte dos dentes, segundo um estudo publicado no Journal of American Dental Association. Mas, embora a carbonação, tome cuidado com os ácidos presentes em outras bebidas com gás (refrigerantes), que podem causar problemas para a sua saúde bucal.

Confira o rótulo da água com gás: é melhor evitar as que têm adição de flavorizantes, açúcares e ácidos cítricos, pois eles podem causar erosão do esmalte.

Mito 2: Água com gás rouba cálcio dos ossos, potencialmente causando osteoporose.

Embora alguns estudos tenham demonstrado que o consumo de refrigerantes está associado a uma redução da densidade óssea, especialmente entre as mulheres, isso tem a ver especificamente com as colas, não com as bebidas carbonadas. Em outro estudo, foi feita uma comparação entre dois grupos: um tomou 1 litro de água normal por dia durante dois meses; o outro, 1 litro de água com gás. Não foi detectada nenhuma diferença entre os dois grupos em termos de perda de densidade óssea.

Mito 3: Água com gás não hidrata tanto quanto água normal.

Mais boas notícias: a água com gás hidrata tão bem quanto a água normal.

O American Journal of Clinical Nutrition comparou água normal, com gás e outras bebidas (refrigerantes, sucos, café, chá e leite) e concluiu que não há diferença entre elas em termos de hidratação.

Isso pode de encontro à ideia de que café e chá provoquem desidratação, mas estudos mostram que quem toma as duas bebidas regularmente (em quantidades moderadas) não apresenta esse problema. Na realidade, que toma de três a seis xícaras de café por dia não apresenta mudanças significativas na hidratação do corpo. O organismo se acostuma à cafeína, portanto eventuais efeitos diuréticos ou desidratantes são observados apenas em quem não está acostumado a tomar café ou chá.

Voltando à água com gás: o Ministério da Saúde do governo americano recomenda água com gás em vez de refrigerantes como uma boa alternativa para perder peso.

Mas é bom ficar na água normal quando estiver se exercitando: a carbonação da água com gás pode causar inchaço no estômago e desconforto.

Eis a moral da história: se estiver com calor e quiser manter-se hidratado, pode tomar água com gás à vontade – ela te hidrata e não vai prejudicar seus dentes ou seus ossos.



Enquete
Você acha que o Brasil tem chance de ser campeão do Mundo na Copa 2018?
Total de votos: 156
Google News