20/11/2018 10:11:29

Alagoas
12/05/2018 13:00:00

Vice-prefeito acusa Kil de Freitas de transformar a Seinfra num novo lixão


Vice-prefeito acusa Kil de Freitas de transformar a Seinfra num novo lixão
Lixo depositado na secretaria de Infra Estrutura de União dos Palmares

O Ministério Público Estadual fez questão de acompanhar nos cinco municípios da Zona da Mata alagoana com a presença de promotores de Justiça, o fechamento dos lixões nas cidades de Murici, Branquinha, União dos Palmares, Santana do Mundaú, Ibateguara e São José da Laje. 

O descumprimento resultaria em pesadas multas para os prefeitos e não mais para o município e, isso, levou os prefeitos criarem um consórcio de municípios para trabalherem essa situação criada pelo MPE/AL.

Com o atraso na construção dos seus respectivos transbordos, área especifica onde o lixo doméstico é colocado em caçambões e em seguida levado para a cidade do Pilar que vai absorver o lixo doméstico de cada município para realizar um trabalho de reciclagem.

Essa decisão, levou o vice-prefeito de União dos Palmares, Zé Alfredo, a invadir a secretaria municipal de Infraestrutura(Seinfra) e gravar imagens em seu celular acusando o prefeito Areski Freitas de transformar aquela localidade no mais novo lixão da cidade.

Mais cedo, o secretário municipal de Planejamento da prefeitura de União dos Palmares, Givanildo Gomes, o Nenzinha, a usar os microfones da rádio Farol em Fm para justificar que o chamado transbordo está ocorrendo momentaneamente na Seinfra por conta do fechamento do lixão da Camaratuba na última quinta-feira, dia 10, em solenidade que contou com a presença de três promotores de Justiça, Jorge Dórea, Carmem Sylvia e Malta Marques.

"O vice-prefeito faz uma tempestade num copo dágua, o que nos causa extrema surpresa. Ele sabe e não cabe na cabeça de ninguém que jamais o prefeito Areski Freitas determinaria que a Seinfra fosse o novo lixão. É preciso que ele se informe melhor para não tomar medidas precipitadas, pois o transbordo além de provisório não funcionará naquele ambiente, por conta de uma série de fatores", disse Nenzinha.

Pelo telefone, Zé Alfredo voltou a acusar a prefeitura de não ter edificado o transbordo ainda e que faltou planejamento. Para Givanildo Nenzinha, "o vice-prefeito não pode falar essas coisas, pois se formos comentar sobre a ausência de planejamento os negócios de ordem pessoal de ZA não seriam referência para nada na vida, pois quando a gente entra na cidade ver logo um entulho", defendeu.




Enquete
Você acredita que a atual administração vai construir a barragem sobre o Rio Mundaú em União?
Total de votos: 112
Google News