20/11/2018 09:28:01

Comportamento
27/04/2018 08:46:00

Cinco coisas que você não deve postar no Facebook; entenda


Cinco coisas que você não deve postar no Facebook; entenda

O Facebook divulgou nesta terça-feira (24) os “Padrões da Comunidade”, documento que revela aos usuários como a rede social decide o que é permitido ou não na plataforma. Todo conteúdo - páginas, grupos, perfis, posts individual ou comentários - pode ser excluído, caso apresente: danos físicos, financeiros e emocionais, como comportamento violento e criminoso, discurso de ódio, bullying, nudez infantil, exploração sexual, spam, plágio, entre outros.

No site dedicado ao conjunto de políticas, o Facebook explica: "o objetivo é incentivar a expressão e criar uma comunidade segura. Fundamentamos nossas políticas pela contribuição da nossa comunidade e dos especialistas de áreas de tecnologia e segurança pública, por exemplo. Essas políticas também têm como base os seguintes princípios: Segurança, Voz e Igualdade".

As denúncias podem ser feitas pelos próprios usuários e são analisadas por uma equipe de especialistas de tecnologia e segurança pública. Após verificar a reclamação, a plataforma remove o conteúdo que viola as regras.

A rede social também pode adotar outras medidas mais rigorosas, como limitar postagens no Facebook e até desativar o perfil. Há também a possibilidade de avisar as autoridades em casos de risco à vida ou ameaça direta à segurança pública. O usuário também tem a opção de bloquear, deixar de seguir ou ocultar pessoas e publicações. A iniciativa tem como um dos seus principais objetivos criar um ambiente seguro e de respeito no site.

Confira a seguir os assuntos "proibidos" no Facebook.

1. Discurso de ódio

 

Nesta categoria são abordados todos os conteúdos que promovam intimidação e exclusão dos usuários. O Facebook considera discurso de ódio o ataque verbal a um indivíduo baseado em sua raça, etnia, nacionalidade, filiação religiosa, orientação sexual, sexo, gênero, identidade de gênero, doença ou deficiência grave. Essa proibição é justificada pela rede social pelo medo de que as ameaças sejam concretizadas fora da Internet.

 

2. Comportamento violento e criminoso

 

Engloba temas considerados violentos ou criminosos perante à sociedade, como organizações ou indivíduos terroristas, ódio organizado, assassinos em série ou em massa, tráfico humano e violência organizada ou atividade criminosa. O Facebook também proíbe a divulgação de crimes violentos, roubos e fraudes. Por outro lado, a rede social permite um diálogo construtivo e equilibrado sobre o assunto. A plataforma repudia, ainda, a comercialização de drogas não medicinais, medicamentos e maconha, além da compra, venda, doação, permuta e transferência de armas de fogo, inclusive peças de armas e munição.

 
Facebook não permite comportamento violento e criminoso na rede social (Foto: Divulgação/Pixabay)Facebook não permite comportamento violento e criminoso na rede social (Foto: Divulgação/Pixabay)

Facebook não permite comportamento violento e criminoso na rede social (Foto: Divulgação/Pixabay)

 

3. Segurança

 

Aqui, tratam-se de questões mais delicadas, como assédio, nudez infantil e exploração sexual de crianças. Quando a publicação se encaixa nessas duas questões, em especial, o Facebook informa que denuncia o conteúdo e seu devido usuário ao National Center for Missing and Exploited Children (Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas). A rede social ainda menciona que, apesar das boas intenções, o site também orienta pais a não postarem imagens de seus filhos nus.

Os Padrões da Comunidade também não permitem tráfico, coerção e atos sexuais de adultos sem consentimento, como nudes e atividades sexuais filmadas. O Facebook oferece instruções de como denunciar ou reportar qualquer usuário da rede que se comporte de maneira inapropriada com outro participante. Outro assunto não tolerado na rede social é o bullying, prática caracterizada por denegrir e humilhar o usuário. O Facebook conta com o Centro de Prevenção de Bullying, que tem como objetivo orientar todas as partes envolvidas no caso: agressor, agredido e responsáveis.

 
Rede social repudia conteúdo sobre nudez infantil e exploração sexual de crianças (Foto: Pond5)Rede social repudia conteúdo sobre nudez infantil e exploração sexual de crianças (Foto: Pond5)

Rede social repudia conteúdo sobre nudez infantil e exploração sexual de crianças (Foto: Pond5)

 

4. Integridade e autenticidade

 

A rede social condena a prática de spam para enganar usuários e conseguir curtidas, seguidores ou compartilhamentos. Além disso, a plataforma está constantemente modificando o algoritmo do Feed de notícias para reduzir a divulgação de notícias falsas e manter deixar os usuários informados o melhor possível. O Facebook também determina que os usuários usem seu verdadeiro nome no perfil para ajudar a tornar a rede social mais segura e confiável.

 

5. Propriedade intelectual

 

Os Padrões da Comunidade não permitem conteúdo que viole a propriedade intelectual, como o uso indevido e não autorizado de direitos autorais e de marca comercial, para promover o seu perfil ou página no Facebook.

Os Termos de Serviço com que os usuários concordam ao se cadastrarem também informa que plágio é terminantemente proibido na rede social. O Facebook aconselha que o usuário, antes de postar um conteúdo pertencente a outra pessoa, certifique-se de que tem autorização para tal.

 
Copyright de propriedade intelectual viola as diretrizes do Facebook (Foto: Pond5)Copyright de propriedade intelectual viola as diretrizes do Facebook (Foto: Pond5)

Copyright de propriedade intelectual viola as diretrizes do Facebook (Foto: Pond5)

Não concordo com as regras: e agora?

Junto com os Padrões da Comunidade, o Facebook lançou também um recursos para apelação. Caso o usuário discorde da remoção de um conteúdo tirado do ar por nudez, atividade sexual, discurso de ódio ou violência explícita, pode entrar em contado com a plataforma.

Abaixo, a explixação do Facebook de como o processo funciona:

  • Se sua foto, vídeo ou publicação foi removida por violar nossos Padrões da Comunidade, você será notificado e terá a opção de solicitar uma revisão adicional
  • Isso levará a uma análise do nosso time, sempre uma pessoa, que leva geralmente 24 horas
  • Caso tenhamos cometido um erro, enviaremos uma notificação a você e o conteúdo (foto, vídeo ou publicação) será restaurado.

Via Facebook



Enquete
Você acredita que a atual administração vai construir a barragem sobre o Rio Mundaú em União?
Total de votos: 112
Google News