Saúde
04/04/2018 00:00:00

Produtos lácteos desnatados não são melhores amigos da saúde


Produtos lácteos desnatados não são melhores amigos da saúde

Vários estudos estão questionando o valor nutricional dos laticínios desnatados ou light e sugerem que quem consome produtos lácteos integrais ou semi-integrais pesa menos e apresenta ainda um menor risco de desenvolver diabetes.

Em um novo estudo publicado no periódico Circulation, o médico Dariush Mozaffarian e uma equipe de investigadores analisaram o sangue de 3,333 adultos, durante um período de 15 anos. E detectaram que os indivíduos com níveis mais elevados de três derivados de produtos lácteos integrais no organismo tinham em média, um risco menor, de 46%, de contraírem diabetes.

“Acredito que estes resultados juntamente com dados anteriormente averiguados em outros estudos, pedem uma mudança de comportamento dos consumidores e também nas recomendações nutricionais. Não há nenhuma prova científica que indique que os indivíduos que comem produtos lácteos desnatados tenham e venham a desenvolver menos problemas de saúde, pelo contrário”, alerta Mozaffarian.

O que você come quando pede peixe branco no restaurante japonês?

Como os produtos integrais contêm à partida mais calorias, muitos especialistas assumiram que evitá-los iria diminuir a probabilidade de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e de diabetes. Porém, investigações adicionais apontam ainda que quando as pessoas reduzem o consumo de alimentos ricos em gordura, tem uma tendência para os substituírem por outros com índices elevados de açúcar e de carboidratos, explica o médico.

De fato, um outro artigo científico publicado no American Journal of Nutrition, analisou os efeitos de produtos lácteos integrais e desnatados na obesidade e concluiu que entre 18,438 mulheres, aquelas que consumiam os alimentos mais ricos em gordura apresentavam uma menor probabilidade, de 8%, de se tornarem obesas.

Apesar de ainda não ser totalmente claro o motivo pelo qual alimentos integrais reduzem o risco de diabetes, é possível que funcionem em níveis diferentes na regulação dos índices de insulina e de glucose. Mais ainda, quem come produtos com alto teor de gordura se sentirá saciado durante mais tempo, e não terá a necessidade de consumir outros alimentos ricos em açúcar. É também possível que as gorduras dos laticínios ajam diretamente nas células, contribuindo para que o fígado e os músculos aumentem a sua habilidade de digestão do açúcar.

E existe ainda a hipótese que os micróbios que integram certos laticínios gordos, como o queijo, que é fermentado, estejam melhorando a capacidade de resposta da insulina – diminuindo assim o risco de diabetes.

Notícias ao Minuto




Outras Notícias

Enquete
Qual dos candidatos a deputado estadual abaixo elencados é de sua preferencia?
Total de votos: 401
Google News