10/12/2018 02:06:35

Meio Ambiente
13/03/2018 07:59:00

Técnicos de Brasília chegam a Maceió e iniciam investigações sobre tremor de terra e fissuras


 Técnicos de Brasília chegam a Maceió e iniciam investigações sobre tremor de terra e fissuras

Depois de percorrerem, nesta segunda-feira, 12, alguns dos locais afetados por fissuras e pelo tremor de terra ocorrido em Maceió no sábado, 03 de março, técnicos da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, com as atribuições de Serviço Geológico do Brasil, afirmaram que nenhuma hipótese pode ser descartada no momento.

“Já estamos avaliando imagens de imóveis danificados e de ruas no Pinheiro... No momento não se descarta falha geológica, problemas na tubulação ou concentração de água no solo”, destacou Rafael Melo, pesquisador em Geociências pela CPRM, à reportagem do CadaMinuto.

Nesta tarde, os técnicos constataram in loco que, em um dos imóveis mais atingidos, um edifício localizado no Pinheiro, surgiu uma fissura de mais de seis metros de profundidade após o abalo sísmico.

O grupo se reuniu na Secretaria Especial de Defesa Civil do Município, no bairro do Vergel, onde discutiram o mapeamento entregue pelo órgão municipal, que mostra um alinhamento das fissuras, e informações geológicas coletadas desde o dia 15 de fevereiro deste ano.

“Essa semana os técnicos vão coletar dados nos locais atingidos para saber as causas do tremor e das rachaduras, em conjunto com estudiosos da Universidade Federal de Alagoas. A sociedade quer e precisa saber o que houve, principalmente no bairro do Pinheiro”, destacou Dinário Lemos, titular da Defesa Civil.

“A equipe chegou e vai avaliar os dados que foram entregues. Existem coisas antigas e hipóteses variadas. Ainda é cedo afirmar qualquer causa. Durante a semana vamos informando as posições”, completou Lemos.

As respostas, ao que tudo indica, ainda devem demorar um pouco para se tornarem conhecidas, já que não há previsão para que os técnicos concluam as atividades na capital alagoana.

A vinda da equipe da CPRM à capital foi viabilizada pela Defesa Civil Municipal, que vem monitorado a situação em conjunto com outras secretarias municipais. Todas as coordenadas geográficas foram passadas aos técnicos para facilitar o diagnóstico, já que eles possuem o mapa fisiológico de todo o país.

Cada Minuto

 

 



Enquete
Você acha que o Concurso Público honesto para a Prefeitura de União resolveria o atraso no salário dos servidores do município?
Total de votos: 10
Google News