26/10/2021 09:59:18

28/05/2007 00:00:00

Política


Política

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pediu perdão hoje para a sua família pelo constrangimento a que ela foi submetida pelas denúncias de que parte de suas despesas pessoais seriam pagas pelo lobista Cláudio Gontijo, da Mendes Júnior. Entre as despesas estaria o aluguel e a pensão de Mônica Veloso, com quem Renan tem uma filha.

"Quero antes de mais nada pedir sinceras desculpas a ela [Verônica, sua mulher], meus filhos, toda minha família", disse ele hoje da tribuna do Senado.

Renan afirmou que pediu para que Verônica não fosse ao Senado, mas que ela teria preferido acompanhar seu pronunciamento.

Ele aproveitou o pronunciamento para criticar a invasão de sua privacidade. "Quero desmontrar que se trata de questão pessoal. E minha indignação porque ninguém teria outro sentomento ao ver-se constrangido em sua privacidade."

Em vários momentos, ele criticou a forma como sua vida pessoal foi exposta. "São invioláveis a privacidade, a imagem e honra das pessoas."

Reportagem da Folha deste domingo informa que a estratégia de defesa foi combinada anteontem durante reunião de Renan com os senadores Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo, José Sarney (PMDB-AP) e o ex-senador Luiz Otávio.

Denúncia

De acordo com a reportagem da "Veja", Gontijo arcaria com o pagamento de parte das despesas pessoais de Renan. Entre as despesas que seriam arcadas por ele estaria o aluguel de R$ 4.500 de um apartamento de quatro quartos em Brasília para a jornalista Mônica Veloso --com quem Renan tem uma filha. Ele também pagaria uma pensão mensal de R$ 12 mil para a jornalista. Veloso não foi localizada até o momento.

Em nota, a construtora negou o suposto pagamento. "Sobre os pagamentos mencionados, não existe, nem nunca existiu, qualquer participação da Mendes Júnior", diz a nota.

Na sexta, Renan divulgou nota para negar as acusações. Ele afirma ser "intolerável" que sobre assuntos de sua vida particular se façam "ilações desarrazoadas e conclusões perversas".

Renan afirma ainda que nunca recebeu dinheiro ilícito ou clandestino "de qualquer empresa ou empresário".

O senador disse também que "jamais" teve despesas ou gastos pessoais seus ou de familiares "custeados por terceiros".

Fonte: Folha



Enquete
Você concorda com a mudança da feira livre de União dos Palmares para a margem da BR-104?
Total de votos: 344
Google News