26/10/2021 08:01:29

28/05/2007 00:00:00

Interior


Interior

O prefeito de Palmeira dos Índios, Albérico Cordeiro (PTB) será julgado no próximo dia 6 de junho pelo Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região em Recife. A ação penal ordinária movida pelo Ministério Estadual requer o afastamento imediato do prefeito e sua condenação que poderá culminar em uma pena de cinco anos de reclusão.

Cordeiro, que está no segundo mandato, é acusado de crime de responsabilidade, improbidade administrativa, desvio de verbas, além de outros ilícitos penais. O pedido do MP estadual tem respaldo do Ministério Público Federal com base em relatórios emitidos pelo Tribunal de Contas de Alagoas (TC-AL) que analisou as finanças do município na gestão de Cordeiro no período 2001/2004, quando foram constatadas inúmeras irregularidades.

O relatório foi aprovado por unaminidade pelos membros do TC de Alagoas. O processo já percorreu todos os tramites legais, e após a denuncia do MP, o prefeito apresentou sua defesa através de advogados contratados em Recife e Brasília. O relator do processo é o desembargador federal Ridalvo Costa.

Irregularidades

Dentre as irregularidades apontadas pelo relatório do Tribunal de Contas de Alagoas está o desvio de finalidade na aplicação das verbas do Fundef , a compra de insumos sem licitação, prestação de serviços superfaturados em empresas de tecidos entre outras irregularidades.

O relator do processo no Tribunal de Contas foi o conselheiro Luiz Eustáquio Toledo, que obteve unaminidade na aprovação da auditória realizada “in loco” no município de Palmeira dos Índios.

Atualmente, o município palmeirense beira o caos administrativo. O caso mais grave se encontra na Saúde, que tem como titular o vice-prefeito, médico Pedro Paulo Duarte (PT). Os servidores não receberam o 13º salário e o mês de janeiro. O estoque de medicamentos está zerado e o atendimento médico prestado a população carente é precário.

O setor de Saúde já ameaça a paralisação, e o não repasse de verbas do SUS ao Hospital Santa Rita, que é referencia na região agrava mais a situação no setor. Na cidade, as ruas estão mal iluminadas e a coleta de lixo é irregular.

Fonte - www.alagoas24horas.com.br



Enquete
Você concorda com a mudança da feira livre de União dos Palmares para a margem da BR-104?
Total de votos: 343
Google News