23/02/2019 12:00:34

20/05/2008 00:00:00

Polícia


Polícia

 

Antonio Aragão

 

 

O delegado Tarcizo Vitorino disse a imprensa na noite de hoje (20), que os peritos do Instituto de Criminalística que examinaram o corpo da menor Jaqueline Maria Madalena da Silva de 12 anos de idade, residente no sitio “Serra Preta” a 15 quilômetros de União dos Palmares, desaparecida desde a ultima sexta feira e encontrada morta em um açude no inicio da noite de ontem (19), na propriedade onde vivia com seus pais, os agricultores José Cícero Herculano da Silva e Maria Madalena da Silva, afirmaram que “a menor foi assassinada”.

 

O delegado, em rápida entrevista concluiu que “pelas informações recebidas, o corpo da menor apresentava escoriações, não se sabe ainda se provocadas por objeto contundente, mas a investigação tomará outro rumo, e deverá ser intensificada após o laudo do IML onde constará se Jaqueline também foi estuprada”.

 

Nas imediações da residência da menor, ninguém sabe informar nada, embora existam rumores que a Jaqueline saiu de casa por volta das 12,00 horas de sexta feira, tendo supostamente se deslocado para uma escola na sede da fazenda, de onde não mais foi vista com vida. Um agricultor disse que “ouviu o barulho de um carro, e não sabe precisar, se da menina, mas ouviu gritos, e depois, somente soube do caso quando tomou conhecimento que o corpo da menor havia sido encontrado imerso no açude”.

 

Todos estes rumores, segundo Dr. Tarcizo, servem como linhas de investigações, e “se houve realmente crime, não descansarei enquanto não apresentar a sociedade o culpado ou culpado pela barbárie, mas somente podemos ter convicção do que realmente aconteceu depois do exame da conjunção carnal”, sentenciou.

 

 



Enquete
Você concorda com a atual administração municipal? Dê sua anota de 0 a 05
Total de votos: 353
Google News