19/08/2019 15:35:44

20/05/2008 00:00:00

Polícia


Polícia

Alexander Campos // Aragão Neto

 

 

Um violento acidente ocorrido por volta por volta das 19,30 horas desta terça feira (20) no quilometro 34,5 da BR-104 nas imediações do acesso a União dos Palmares pela Rua Juvenal Mendonça, envolvendo o Fiat Uno verde placas MUI 0642 – União dos Palmares e o Ônibus da empresa Itapemirim prefixo 40238, placas MRB 3706 – Cachoeiro do Itapemirim – MG deixou feridos os passageiros do Fiat policial militar Cristiano Alves da Silva, 43 anos, (condutor do veiculo), sua esposa Maria Antonia da Silva Mota, 38 anos e seu filho José Crisvaldo Alves da Silva de 21 anos, todos residentes na Rua Juvenal Mendonça, na periferia da cidade.

 

Segundo um mototaxista que presenciou o acidente, o pequeno veiculo transitava pela BR no sentido Maceió/União dos Palmares, e quando começou a sinalizar alertando que iria parar no estacionamento para dar passagem ao coletivo, este, que desenvolvia excessiva velocidade, não conseguiu parar e colidiu por trás com o Fiat, arrastando-o para a contra mão e empurrando-o de encontro a uma cerca no lado oposto da pista, deixando os seus três ocupantes presos as ferragens.

 

Assim que tomou conhecimento do acidente, a Tenente Lidiane que comandava uma guarnição do PELOPES com os policiais cabo Geraldo e os soldados Edson, Galdino, Carles e Oliveira rumaram para o local, isolaram a área e providenciaram os primeiros socorros as vitimas. Populares e policiais ajudaram a retirar o policial Cristiano e sua mulher que estavam no banco da frente do carro, enquanto Crisvaldo somente foi retirado quase duas horas depois pelo Resgate do Corpo de Bombeiros (União dos Palmares e a Região da Zona da Mata ainda não dispõem desta prestação de serviços,  deixando de atender uma população estimada em mais de 250 mil habitantes). No local, os bombeiros que chegaram quase uma hora depois, ainda lutaram por cerca de 50 minutos pare retirar Crisvaldo das ferragens, pois havia a suspeita de fratura da coluna cervical.

 

Cristiano e Maria Antonia (esta com suspeita de traumatismo craniano) foram inicialmente medicados no Hospital Regional São Vicente de Paulo, e dado ao estado de saúda da mulher que perdeu os sentidos, o médico plantonista determinou a remoção de ambos para a Unidade de Emergência Armando Lages, em Maceió.

 

A patrulheira Sandra da Policia Rodoviária Federal providenciou a liberação da rodovia depois da troca do coletivo envolvido no sinistro que, segundo disse o motorista, se dirigia de São Paulo para Arcoverde, em Pernambuco, e nenhum dos seus 25 passageiros tampouco o condutor Edu de Souza sofreram ferimentos.

 

 

Galeria




Enquete
Em sua avaliação que nota de 0 a 10 você dá ao Governo Bolsonaro
Total de votos: 525
Google News