18/04/2019 20:07:30

19/05/2008 00:00:00

Polícia


Polícia

Um crime acontecido na noite deste domingo (18), na Chã do Pilar, revoltou os moradores da cidade. José Derivaldo dos Santos, de 45 anos, mais conhecido como “Batoré”, foi morto com um profundo golpe de facão no pescoço, dentro de casa.

O soldado Alberi, do 8° Batalhão, foi até o local e conseguiu prender José Edmilson dos Santos, 23. “Ele confessou que matou o homem, porque ele não quis fazer sexo com ele”, afirmou o militar.

A cena de sangue na sala da casa era de terror. “Meu irmão não merecia isso, ele era um pessoa muito calma e não tinha inimizades com ninguém”, afirmou José Diovani dos Santos, 56.

Preso na Deplan II, José Edmilson negou a autoria do crime. “Eu não fiz nada, apenas passei o dia bebendo com ele e depois fui até a casa, mas não matei o “Batoré”, afirmou.

O delegado da cidade de Messias, Mário Jorge Barros, de plantão na Deplan II, irá conduzir as investigações sobre o caso.

com alagoas24horas



Enquete
Qual dos nomes elencados abaixo é seu candidato a Prefeito em 2020?
Total de votos: 17496
Google News