14/12/2019 09:28:46

14/03/2008 00:00:00

Alagoas


Alagoas

Um grupo de trabalhadores rurais e religiosos participa hoje de um jejum em solidariedade às pessoas que passam fome no mundo. A manifestação acontece anualmente, sempre na sexta-feira anterior à Sexta-Feira Santa e integra pessoas de todo o mundo.

De acordo com Henrique Santos, integrante da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e um dos coordenadores da ação em Maceió, cerca de 30 a 50 pessoas participam da manifestação. "O dia será de orações e reflexões. É um pequeno sacrifício diante da realidade dura que vivem as pessoas que passam fome", lembrou.

Também participam do protesto outros grupos no Brasil e até do Canadá, Alemanha e Itália. "Cada ano a gente escolhe um espaço de um órgão que poderia batalhar para diminuir as dificuldades da realidade que vivemos. Agora, estamos aproveitando a repercussão dos desvios da Assembléia Legislativa para fazer o protesto aqui", explicou Henrique Santos.

O coordenador do protesto ainda lembrou que, com os R$ 280 milhões de recursos desviados, poderiam ser construídas 280 mil cisternas no interior e implantadas 28 mil hortas orgânicas na região do sertão.

com tudonahora.com.br // elaine rodrigues



Enquete
Você concorda com a redução de horário das delegacias de Alagoas
Total de votos: 51
Google News