16/12/2019 04:00:27

13/03/2008 00:00:00

Política


Política
Em entrevista hoje pela manhã o secretário de Gestão Pública Adriano Soares confirmou que irá a Assembléia Legislativa para dar as explicações necessárias sobre as irregularidades encontradas na gestão da folha do Estado por parte da empresa pernambucana Elógica, que curiosamente também é responsável pelas folhas do Legislativo, Judiciário e Ministério Público.
 
Segundo o secretário a auditoria ainda está em curso, mas já são muitas as irregularidades como um banco de senhas utilizado por pessoas alheias ao Estado e a inclusão de gratificações e outras formas de remuneração.
 
“A folha do Estão era como um queijo suíço, cheia de furos e o contrato com esta empresa é um dos grandes responsáveis pela fraude de até agora 22 milhões encontrada na folha do Executivo” explicou o secretário.
 
Adriano Soares deixou claro que ao longo do tempo outras irregularidades mais graves podem ter acontecido e disse que até funcionários terceirizados teriam acesso a senha máster, ou seja, a inclusão de dados na folha.
 
Adriano explicou ainda que com o rompimento do contrato a folha terá que ser feita por técnicos ligados ao Estado e não de forma privatizada. “Estaremos preparando técnico do ITEC especialistas em tecnologia da informação para encontrar um sistema de gestão adequado para a Folha do Estado” explicou o secretário
 
com alemtemporeal.com.br


Enquete
Você concorda com a redução de horário das delegacias de Alagoas
Total de votos: 57
Google News