25/06/2019 04:48:51

11/02/2008 00:00:00

Maceió


Maceió

Trabalhadores sem-terra do Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST) ocupam, na manhã de hoje, dia 11, a praça Sinimbu, no centro de Maceió. A expectativa é de que 1.600 famílias do movimento cheguem no final do dia para a ocupação e fiquem acampadas na praça até a sexta-feira, dia 15.

As reivindicações dos trabalhadores são direcionadas ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra-AL) e ao governo do Estado. Eles exigem uma vistoria do Incra em três áreas do sertão alagoano, localizadas na Fazenda Santa Maria, no município de Pão de Açúcar, Fazenda Alexandria e Fazenda Aguda, em Belo Monte. O pagamento da desapropriação de terra dos municípios de Porto de Pedras, Craíbas e Belo Monte, além da construção de escolas nas fazendas, sementes e lonas para o assentamento e o retorno de equipamentos da adutora do sertão, também são exigências do Movimento.

Os sem-terra poderão discutir as suas reivindicações numa audiência com o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) que será realizada amanhã, dia 12, às 10h40mim, no Palácio República dos Palmares e aguardam um encontro com o Incra. Os trabalhadores realizarão ainda uma caminhada de protesto pelo centro da Cidade, sem data determinada.

com alagoasagora.com.br // Láyra Santa Rosa e Kassia Nobre



Enquete
Na Eleição de 2020 em quem você votaria para Vereador de União dos Palmares?
Total de votos: 975
Google News