27/01/2022 23:34:00

31/12/2007 00:00:00

Polícia


Polícia

Manoel Messias da Silva, 25, foi assassinado na tarde de hoje, na Rua Projetada, em Riacho Doce. O jovem foi vítima de vários disparos de arma de fogo e morreu na hora.

Segungo as primeiras informações, quem teria assassinado Manoel teria sido um rapaz conhecido como Dinho, que faz parte de um grupo que "provoca terror" nos moradores de Riacho Doce. Alé, dele, e de um homem conhecido como Gol Bola, dois filhos de militares fazem parte do bando. Alison, filho do Sargento Arnaldo, do BPtran, e Dado, filho de um cabo da PM conhecido como Pezão.

A autoria de 18 assassinatos nos últimos meses é atribuida ao grupo, de acordo com os militares da 3ª Companhia de Polícia de Paripueira. Manoel foi morto, segundo sua mãe Benedita Maria da Silva de Albuquerque, porque descobriu que o grupo foi responsável pelo assalto ocorrido em sua residência, no qual foram roubadas três televisões, que seriam utilizadas em uma locadora de video game que ele estava montando.

"Aqui impera a lei do silêncio. Ninguém fala com medo, mas todo mundo sabe que esses quatro aprontam demais aqui nessa área", disse um militar.


com alemtemporeal.com.br // Teresa Cristina