27/01/2022 23:59:24

31/12/2007 00:00:00

Política


Política

O Supremo Tribunal Federal (STF) já comunicou à Câmara Federal sobre os processos encaminhados pela Justiça alagoana contra o deputado federal Francisco Tenório; são dois processos e um inquérito-policial apontando o deputado como mandante de crimes.

O juiz Maurício Breda, que encaminhou os processos ao STF, explicou que a Justiça estadual não tem competência para julgar o caso; por se tratar de deputado federal, o foro competente é o STF.

-"Cumpri com o meu dever, que era enviar o caso para o foro competente", disse o magistrado.

Com base nas denúncias do Ministério Público Estadual, que ouviu mais de 20 testemunhas, o deputado Francisco Tenório é o mandante das mortes do patrulheiro rodoviário federal Marcos Magalhães, em 1999; da própria ex-secretária Izailda, em 2001, e de Cícero Belém.

De acordo com a Constituição Federal, após o recebimento das denúncias compete ao Supremo Tribunal Federal informar à Câmara sobre o processo movido contra o deputado. A seguir vem a denúncia do Ministério Público Federal.

O deputado Francisco Tenório nega as acusações.